quarta-feira, 4
 de 
agosto
 de 
2021

Vereadores congelam os salários da próxima gestão

Vereadores optaram por não reajustar os salários para a próxima gestão. Foto: Arquivo/O RegionalAo final de cada mandato, as câmaras de vereadores debatem e votam sobre a alteração dos salários do prefeito, vice-prefeito, secretários municipais e dos próprios legisladores. Em Campo do Tenente, o poder legislativo antecipou a análise desta matéria e decidiu por congelar os vencimentos salariais para a gestão 2021/2024.

De acordo com o presidente da câmara, Fuscão Quege, a medida foi adotada em comum acordo entre os vereadores e aprovada por unanimidade na última semana. “O país busca ainda se recuperar de uma grande recessão econômica, que tem afetado diretamente os municípios com a queda de receitas. Tendo em vista este fator, optamos pelo congelamento dos salários de todos os gestores, secretários e legisladores”, salienta Quege.

Outro fator relevante para que não fosse optado pelo reajuste dos salários é o índice de pessoal, que tem feito com que muitas prefeituras percam as certidões negativas e fiquem impossibilitadas de receber uma série de recursos. “A maioria dos municípios enfrenta graves problemas quanto a esta questão, onde a situação acabou fugindo do controle e engessou o crescimento das cidades”, relata Quege, salientando que Campo do Tenente tem tido equilíbrio financeiro. “A prefeitura tem realizado todo um trabalho de austeridade e a câmara tem contribuído em diversas ações. Este projeto é mais um exemplo desta preocupação para que o município possa continuar se desenvolvendo”, finaliza.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email