sábado, 18
 de 
setembro
 de 
2021

Utilização de máscaras é essencial para diminuir propagação da Covid-19

Daniely destaca que uso das máscaras é um aliado importante na prevenção. Foto: DivulgaçãoEm tempos de enfrentamento à uma grave pandemia, muitas pessoas ficam desesperadas com a possibilidade de serem atingidas pela doença. Para minimizar os efeitos do novo coronavírus, o Ministério da Saúde tem sugerido uma série de medidas de prevenção, entre elas, destaca-se o uso de máscaras.

A utilização deste equipamento diminuiu consideravelmente as chances de propagação da doença. “A Covid-19 é transmitido pelo contato das vias respiratórias com as gotículas de saliva da pessoa infectada ao tossir ou falar. Por isso, a máscara inibe que quem não esteja com a doença seja contaminado”, explica a fisioterapeuta da Secretaria de Saúde de Mandirituba, Daniely Martins de Oliveira Czelusniak Postigo, detalhando sobre a importância do uso correto deste item. “A máscara tem que cobrir do queixo ao nariz. Ao ser colocada, não deve ser manuseada para que não se perca a eficácia”, salienta.

Para os profissionais de saúde, pessoas com sintomas gripais e cuidadores de pacientes com esta enfermidade, o recomendado é a utilização de máscara cirúrgica. “Elas têm uma estrutura mais detalhada e específica para essas pessoas que estão mais suscetíveis ao contágio”, conta Daniely. Já o restante da população deve fazer uso de máscaras caseiras. “O material recomendado para confecção é tecido de saco de aspirador, cotton, algodão e fronhas de tecido antimicrobiano. Isso evitará o desabastecimento dos itens específicos utilizados pelo sistema de saúde”, detalha.

Sobre quando deve ser utilizada a máscara, a orientação é que as pessoas precisam fazer uso deste item sempre ao sair de casa e ao estarem em locais públicos. “Quando for realizar a retirada, o ideal é primeiro lavar as mãos com água e sabão, porque elas podem ter tido o contato com o vírus e é preciso higienizá-las. Posteriormente, deve-se remover a máscara pelo elástico junto à orelha”, orienta Daniely.

Outro ponto importante está sobre a limpeza e a substituição das máscaras caseiras. “Diariamente é preciso lavar e deixar de molho por cerca de 30 minutos, em uma vasilha com 500 ml de água e 10 ml de água sanitária. Em seguida, deve-se esfregar com água e sabão, colocando-a para secar”, relata Daniely, comentando sobre a troca deste item. “Sempre que apresentar desgaste, reter umidade ou sujeira é preciso substituir por uma nova. Também não se deve compartilhar este item”, reforça.

A utilização da máscara é um importante item de proteção, que deve ser acompanhado por outros cuidados. “O distanciamento, higienização das mãos e a proteção ao espirrar são pontos que precisam ser adotados também. Ter estes cuidados evita a propagação desenfreada do vírus e é um ato de amor à própria vida e das pessoas que amamos”, finaliza Daniely.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email