segunda-feira, 29
 de 
novembro
 de 
2021

Suleste paranaense fecha agosto com saldo positivo de 345 vagas

Números da geração de emprego no Paraná são os melhores dos últimos 18 anos. Foto: José Fernando Ogura/AEN
De acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados, foram 446 contratações e 101 demissões, ficando a região com um saldo de 345

Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados com referência ao mês de agosto mostram que a região suleste paranaense fechou o período com um saldo de 345. Foram 446 contratações e 101 demissões. Os municípios de Agudos do Sul (-4), Lapa (-57), Mandirituba (-34) e Rio Negro (-6) tiveram mais demissões do que contratações.

A gerente da Agência do Trabalhador de Mandirituba, Luciane da Silva Kanopa, afirma que vem trabalhando com visitas frequentes a empresas do município em conjunto com a Secretaria de Indústria, Comércio e Trabalho, com orientações do secretário Wagner Brasque Vieira. “Estamos com um calendário de visitas, criando um relacionamento com as empresas locais, para que os mandiritubenses tenham prioridade na hora de serem contratados”, comenta.

Segundo Luciane, há um esforço da Agência do Trabalhador em aumentar a oferta de novos postos de trabalho a menores aprendizes. “Nós apresentamos o programa do governo do Estado do cartão futuro, que entra com uma parte do salário do menor aprendiz que aderir ao programa, explicamos para as empresas os benefícios da contratação de nossos jovens. A ideia é que o maior número de empresas aderisse ao programa, pois a geração de empregos afeta diretamente a economia da cidade”, afirma.

A gerente afirma que o município ainda sente os efeitos da pandemia na geração de empregos, mas há um esforço coletivo para minimizar os impactos negativos. “Nós notamos os impactos da pandemia na geração de novos empregos, buscamos apresentar o trabalho da Agência do Trabalhador aos empregadores”, disse. Segundo a gerente, neste último mês as visitas já surtiram efeito e a Agência do Trabalhador obteve um bom número de colocados no mercado de trabalho.

Odinir Santos Tenório, coordenador da Agência do Trabalhador da Lapa, afirma que visitas são feitas diariamente em empresas da região. “Nós visitamos as empresas com objetivo de buscar novas vagas de emprego”, diz. O coordenador comenta que a Agência busca sempre estar qualificando os trabalhadores para que possam ocupar vagas que vierem a surgir. “Buscamos sempre estar em contato com o Senac, o Sebrae, o Sesi, para que possamos ajudar os moradores a se qualificarem”, comenta.

Cenário do Paraná – Com a criação de 21.973 postos de trabalho formais, o Estado teve o melhor saldo em agosto na região Sul e o quarto melhor resultado do país no mês. O Paraná também ultrapassou a marca de 150 mil vagas no acumulado do ano, com um saldo de 153.696 empregos com carteira assinada em 2021.

Caged agosto 2021. Arte: O Regional



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email