sábado, 13
 de 
agosto
 de 
2022

Recenseadores começam a coleta de dados do Censo Demográfico 2022

Vanessa Cavalheiro é uma das profissionais que fazem parte do quadro de recenseadores que atua em Piên. Foto: Arquivo/O Regional
Assim como em todo o país, recenseadores estão nas ruas das cidades da região, visitando as residências e coletando informações. No Paraná, até ontem, dados de 5% dos domicílios foram coletados

Um importante trabalho foi iniciado nesta semana em todo o Brasil. É a coleta de dados do Censo Demográfico 2022, realizada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Na região suleste paranaense, já é grande a mobilização dos recenseadores para chegar às residências e garantir assim a fidelidade das informações da realidade dos municípios.

O Censo começou na segunda-feira e deve durar três meses. Segundo a agência do IBGE de Rio Negro, que abrange ainda Piên, Agudos do Sul, Quitandinha, Campo do Tenente e Lapa, os recenseadores passam em todos os domicílios, registrando endereços e coletando os dados dos questionários.

Segundo a coordenadora de área Andressa Schafascheck, os trabalhadores estão identificados com colete, crachá e boné. “No crachá do recenseador há um QR code que o entrevistado pode conferir a identificação”, explica. Acessando o site www.respondendo.ibge.gov.br com a matrícula do recenseador é possível verificar se a pessoa trabalha no IBGE.

A coordenadora ressalta que os dados coletados são de grande importância, pois, além de atualizar os dados, também interferem na arrecadação municipal. “Por isso atenda bem o recenseador e responda com veracidade as informações. Todos os dados que forem passados são sigilosos e não tem cruzamento com nenhum outro órgão. Respondendo o Censo você estará contribuindo com o Brasil”, argumenta. Ainda de acordo com as informações do IBGE de Rio Negro, nesta primeira semana os recenseadores estão se adaptando, mas já foi possível perceber que há uma boa recepção por parte da população.

Os resultados do censo também contribuem para as tomadas de decisão dos governos, além de subsidiar os investimentos da iniciativa privada. Balanço parcial de ontem apontava que no Paraná já haviam participado da coleta de dados 5% dos domicílios.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email