terça-feira, 28
 de 
maio
 de 
2024

Professora e aluna de Piên são selecionadas no Geração Atitude, da Alep

Professora Ana Paula e aluna Jhesili tiveram o projeto selecionado no programa Geração Atitude. Foto: Divulgação
Professora Ana Paula e aluna Jhesili tiveram o projeto selecionado no programa Geração Atitude. Foto: Divulgação
Representantes do Colégio Alfredo Greipel Junior desenvolveram um projeto de lei para o programa Geração Atitude, por meio da Escola do Legislativo, que prevê a doação de recursos do Nota Paraná para escolas públicas. Próxima etapa do programa será em novembro, com visita aos três poderes e ao Ministério Público e o anúncio do vencedor

Uma proposta idealizada por uma professora e uma aluna do Colégio Estadual Alfredo Greipel Junior, de Piên, garantiu classificação no programa Geração Atitude, por meio da Escola do Legislativo, da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep). A aluna Jhesili Martins, sob orientação da professora Ana Paula Castilho, está entre os 32 estudantes selecionados para a próxima etapa da do programa.

Lançado em 2015, por meio de uma parceria entre a Assembleia Legislativa, Ministério Público e governo do Estado, o Geração Atitude busca apoiar a formação cidadã de jovens paranaenses da rede estadual de ensino, estimulando a democracia participativa, voto consciente e ainda a oportunidade de apresentar propostas de lei a serem implementadas à nível estadual. Para a participação no programa, Jhesili e Ana Paula desenvolveram um projeto de lei que prevê a doação de recursos do Nota Paraná para escolas públicas, com o objetivo de melhorar a qualidade da educação e o suporte financeiro dessas instituições.

Segundo a professora, a escolha da aluna Jhesili para participar do Geração Atitude baseada em critérios que ressaltam não apenas a excelência acadêmica, mas também atributos que a tornam uma candidatura excepcional. “Sua seleção foi resultado direto de sua notável colaboração em sala de aula, sua proatividade em atividades escolares e seu comportamento exemplar. Um diferencial ainda mais é sua criatividade excepcional, que se destacou na formulação e desenvolvimento da ideia do projeto que ela apresentou. Essa ideia, que é tão inovadora quanto relevante, demonstra seu compromisso com a cidadania ativa e seu desejo de fazer a diferença na sociedade”, conta.

A docente detalha como foi o desenvolvimento do projeto, que envolve o Nota Paraná, abordando sobre a conscientização da cidadania, introdução ao programa Geração Atitude, promoção da cidadania e social, estímulo ao protagonismo juvenil, formatação do projeto de lei e apresentação. “Os principais pontos da lei são criar um programa de doação de recursos do Nota Paraná para escolas públicas; definir o Nota Paraná como um programa de incentivo fiscal que permite aos cidadãos acumularem créditos a partir de notas fiscais de compras e escolherem entidades filantrópicas para receber doações. As escolas públicas são definidas como instituições de ensino financiadas pelo governo estadual; estabelecer que os recursos acumulados no programa podem ser doados para escolas do Estado; descrever o mecanismo de doação, na qual os cidadãos participantes optam por doar seus créditos acumulados para escolas públicas durante o processo de cadastro no programa; estabelecer a obrigatoriedade de prestação de contas por parte das escolas públicas beneficiadas, garantindo a transparência e a correta utilização dos recursos; e determinar que o Estado será responsável por promover campanhas sobre a importância das ações do Nota Paraná para as escolas. Essa lei tem como objetivo facilitar a doação para escolas públicas, incentivando o apoio financeiro à educação e garantindo a transparência na utilização dos recursos”, explica.

Ana Paula ainda destaca a expectativa para a próxima etapa do programa, agora no mês de novembro. “A próxima etapa envolve uma viagem a Curitiba, na qual os estudantes selecionados terão a oportunidade de explorar os atrativos turísticos da capital e visitar as sedes do Ministério Público do Paraná e dos três poderes. O objetivo principal é permitir que os estudantes estabeleçam contato com os representantes dos órgãos públicos e as lideranças políticas do estado. Além disso, Jhesili desempenhará um papel relevante, pois realizará uma apresentação do seu projeto na Assembleia. Estamos confiantes de que sua jornada no Geração Atitude será enriquecedora e que ela continuará a inspirar seus colegas e a comunidade com sua dedicação e criatividade”, comenta.

Por fim, a professora destaca que o sentimento de ter alcançado a classificação, junto com a Jhesili, é de realização e orgulho. “Ver o esforço conjunto ser recompensado com sucesso é uma experiência gratificante. A sensação de ter orientado e apoiado a aluna no caminho para alcançar essa classificação é de satisfação e alegria, pois reflete o compromisso com a educação e o desenvolvimento dos jovens. Além disso, a conquista conjunta fortalece o senso de parceria e realização em equipe, criando um laço especial entre educador e aluno. É um sentimento de incentivo a continuar um trabalho duro e inspirar os jovens a buscar seus objetivos e alcançar outros sucessos. Gostaria de agradecer aos diretores e toda equipe pedagógica do Colégio Alfredo, que sempre nos apoiou e acreditou em nós”, conclui.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email