terça-feira, 27
 de 
fevereiro
 de 
2024

Colégio Alfredo Greipel Junior celebra 30 anos de fundação

Evento festivo foi realizado nas dependências do colégio. Foto: Arquivo/O Regional
Evento festivo foi realizado nas dependências do colégio. Foto: Arquivo/O Regional
Solenidade, reunindo a comunidade escolar, enalteceu as três décadas de história do colégio estadual na localidade de Trigolândia, em Piên

Uma história de aprendizado, conquistas e momentos marcantes, iniciada em 3 de agosto de 1993, foi celebrada pela comunidade escolar de Trigolândia, em Piên. O Colégio Estadual Alfredo Greipel Junior completa, nesta quinta-feira, seus 30 anos de fundação.

Ao longo de três décadas de atividades, foram milhares de alunos formados, um valoroso corpo docente e uma equipe de colaboradores sempre atenta às necessidades da área educacional. Esse marco foi celebrado com uma solenidade na sede da instituição, reunindo professores e ex-professores, alunos e ex-alunos, colaboradores e diversas pessoas que ajudaram a construir a história.

No ato, a diretora Cleudane Andrade destacou a emoção em estar à frente das atividades do Colégio. “A palavra é gratidão por fazer parte da história do Colégio Alfredo. Quantos sonhos foram realizados aqui. Só tenho a agradecer a todos que fizeram ou fazem parte desta trajetória”, comentou.

Guido Orlando Greipel, ao fazer um apanhado histórico da família e lembrar da atuação de seu avô, Alfredo Greipel Junior, junto à comunidade, destacou o orgulho para Trigolândia celebrar este momento. “À época, aqui se chamava Papanduva e, um dos primeiros projetos de lei que meu avô apresentou, enquanto vereador de Piên, que era distrito do município de Rio Negro, foi a mudança do nome Papanduva para Trigolândia. Meu avô não foi o fundador, mas um dos fomentadores da comunidade de Trigolândia. Temos que homenagear a população por esta trajetória”, comentou.

Também presente no evento, a primeira diretora do Colégio e, atualmente, secretária de Educação, Clarice Fragoso, lembrou de todas as atrativas para escolha do nome e uniforme da unidade de ensino. “O Colégio Alfredo faz parte de mim e eu faço parte desta história. Trigolândia, por meio desta instituição, é uma grande exportadora de líderes”, comentou.

Parte do corpo docente da instituição de ensino. Foto: Arquivo/O Regional
Parte do corpo docente da instituição de ensino. Foto: Arquivo/O Regional

Ainda, prestigiaram o momento, prestando homenagens e compartilhando histórias, o diretor auxiliar Helinton Maahs, a primeira professora Neuza Santos, um dos alunos da primeira turma do Colégio, Fridolino Schreiner, autoridades municipais e demais membros da comunidade escolar. Houve ainda, apresentações de dança e do projeto de Jiu-Jitsu.

Atualmente, o Colégio Alfredo Greipel Junior conta com 477 alunos, dos quais 267 do ensino fundamental, 160 do médio e 50 da EJA. O corpo docente é formado por 50 professores, três pedagogas, seis administrativos e nove colaboradores.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email