quinta-feira, 23
 de 
setembro
 de 
2021

Prefeituras vivem impasse entre o isolamento e a reabertura do comércio

Com representantes de toda a sociedade, Mandirituba definiu pela reabertura do comércio seguindo várias restrições. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de MandiritubaComo medida para minimizar o número de infectados e um possível colapso no sistema de saúde, o governo do Paraná seguiu as orientações do Ministério da Saúde e determinou, no último dia 18, o fechamento de estabelecimentos comerciais que não realizam atividades essenciais. Em um primeiro momento, esta medida foi cumprida por todos, mas, nos últimos dias, parte da classe comercial e da população passou a defender que fosse autorizada a retomada das atividades.

Na região, a grande maioria das prefeituras optou por seguir integralmente as orientações de isolamento social e manteve a paralisação das atividades por tempo indeterminado. Por outro lado, em alguns municípios o poder público atendeu ao apelo e editou medidas para a retomada dos trabalhos.

Primeira a autorizar a retomada das atividades, a prefeitura de Mandirituba redigiu um novo decreto na última quarta-feira estabelecendo uma série de normas que devem ser adotadas pelos comerciantes visando evitar aglomerações e a higienização do espaço. “Esta foi uma decisão tomada em conjunto por todos os representantes da sociedade. Os estabelecimentos deverão cumprir integralmente as normas impostas”, ressalta o prefeito Luis Antonio Biscaia, salientando que o poder público estará acompanhando os efeitos desta decisão. “Sabemos que todas as medidas de controle e prevenção ao Covid-19 são extremamente necessárias e precisamos da colaboração de todos neste momento delicado”, enfatiza.

Casa Gêmeos métodos os métodos de prevenção e restabeleceu o atendimento aos clientes durante esta semana em Mandirituba. Foto: Arquivo/O Regional

Já em Rio Negro, onde foi confirmado o primeiro caso de coronavírus, a prefeitura optou por prorrogar as medidas de isolamento social. “Essas ações restritivas de movimentação são necessárias para não haver a circulação do vírus em grande quantidade, resultando em um número alto de pessoas infectadas. Estamos sendo extremamente cautelosos diante desta pandemia que vem provocando uma enorme catástrofe em vários países”, ressalta o prefeito Milton Paizani.

Em alguns municípios, os comerciantes realizaram a abertura das lojas adotando alguns cuidados e restrições, no entanto, a Polícia Militar ordenou o fechamento tendo em vista o decreto em vigência. diante disso, novas mudanças devem ser adotadas nas próximas semanas conforme o avanço e os efeitos da pandemia. Outro fator importante neste aspecto será o posicionamento das autoridades médicas e políticas.

Arte: Jornal O Regional

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email