terça-feira, 9
 de 
agosto
 de 
2022

Politicando 05/02/2016

Prazo de filiação I
Faltando menos de um mês para findar o prazo de filiação daqueles que pretendem disputar a eleição em outubro próximo, não há muitas novidades previstas na região. Imagina-se que as principais mudanças devam ocorrer dentro do PT e PSDB, puxadas inclusive por líderes estaduais. O senador Álvaro Dias deixou o ninho tucano e foi para o PV. O deputado federal Alfredo Kaefer também deixou o PSDB. Já o deputado Toninho Wandscheer deixou o PT e foi para o PMB. É bem provável que essas mudanças tenham influência em lideranças locais.
Piên
O vice-prefeito de Piên, Ingo Strack, principal nome da situação para a disputa da prefeitura do município, deixou o Partido dos Trabalhadores (PT) com receio de que os escândalos nacionais influenciassem a eleição local. É provável que dispute a eleição pelo PSD. Ainda em Piên, o pré-candidato da oposição, João Padeiro, avalia a permanência no PSDB. Uma das opções é o PSC.
Mandirituba
Pela primeira vez após diversas eleições municipais, a campanha eleitoral em Mandirituba poderá ter um número menor de candidatos a prefeito. Existe um trabalho silencioso no município para formar uma grande coligação. Esta movimentação exclui o ex-deputado e pré-candidato Geraldo Cartário, já que ele seria o adversário a ser batido. A matemática é simples, vários partidos para ter um número expressivo de candidatos a vereador.
Rio Negro
Pessoas de mais idade no meio político de Rio Negro e com relação estreita junto ao atual prefeito Milton Paizani (PSDB) e o ex-prefeito Alceu Swarowski (PSB) confessam ter tentado evitar o racha entre os dois e, inclusive, insistido na reaproximação após a disputa pelo diretório tucano no município. Não houve êxito. Agora, consideram que Paizani e Swarowski acumulam mágoas entre si e deverão travar uma dura batalha na eleição municipal.
Prefeito de Contenda, Carlão Stabach (PMDB)/Foto: Arquivo / O RegionalContenda
Com uma gestão sem grandes obras para mostrar e com dificuldade de atendimento as diversas demandas que chegaram à prefeitura nos últimos 3 anos, o prefeito de Contenda, Carlão Stabach (PMDB), poderá ter dificuldade para compor aliança visando sua candidatura a reeleição. Alguns prováveis aliados já estão repensando posicionamento. Na oposição, o nome mais lembrado é do empresário Ataulzinho Carvalho (PPS).
Campo do Tenente I
Coincidentemente as contas do ex-prefeito de Campo do Tenente, Reinaldo Pereira (PSDB), serão votadas pela câmara de vereadores do município neste que é um ano eleitoral. Toda documentação chegou a sede do legislativo após aprovação com ressalvas do Tribunal de Contas do Estado. A tendência é de uma ampla análise por conta dos vereadores antes da votação em plenário. Há possibilidade de convocação do ex-prefeito para eventuais esclarecimentos.
Campo do Tenente II
Lideranças políticas tenenteanas relatam que continua “gelada” a relação entre o prefeito Jorge Quege (PMDB) e o vice-prefeito Baby Negrelli (PDT). Ao contrário do que foi publicado nesta coluna na semana passada, Baby ainda alimenta a expectativa de disputar a prefeitura do município. Outro político que já passou pelo executivo e também declara ter intenção de compor chapa majoritária é o ex-prefeito Betinho Quevedo (PP).
Agricultura
A Associação dos Municípios Produtores de Tabaco – AmproTabaco vai promover no próximo dia 25 de fevereiro encontro com posse da nova diretoria. O evento acontecerá em Florianópolis. O presidente eleito da entidade é de Canoinhas, Luiz Alberto Rincoski. Apenas três paranaenses participam da nova direção da entidade. Silvio Paulo Girardi, de Rio Azul, Roger Selski, de Ipiranga, e Marcelo Hauagge Distéfano, de São João do Triunfo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email