sábado, 18
 de 
setembro
 de 
2021

Politicando 03/04/2020

Filiações I

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR), desembargador Tito Campos de Paula, informou que foi determinada a validação dos órgãos partidários, excepcionalmente, independentemente da regularidade do CNPJ, em razão das restrições ao atendimento pelos órgãos públicos, inclusive da Secretaria da Receita Federal, para que o partido consiga promover o cadastro do filiado no sistema FILIA da Justiça Eleitoral.

Filiações II

A medida levou em consideração as restrições que determinaram o funcionamento da Justiça Eleitoral em regime de plantão extraordinário até 30 de abril, e os prazos previstos no Calendário Eleitoral, especialmente quanto às datas de 3 de abril – último dia para mudança de partido como justa causa; 4 de abril – último dia para ter domicílio eleitoral na circunscrição na qual deseja concorrer e estar com a filiação deferida.

Filiações III

Para fazer prova do atendimento ao prazo de filiação partidária, orienta-se que os interessados, até 4 de abril, encaminhem ao e-mail da zona eleitoral respectiva a cópia da ficha de filiação partidária ou promovam, até a mesma data, o reconhecimento de firma no documento, que poderá ser apresentado oportunamente em eventual registro de candidatura, nos termos do art. 28, § 1º, da Resolução TSE nº 23.609/2019. Os atendimentos pelas zonas eleitorais, até 30 de abril, estão sendo feitos por e-mail.

Abre ou fecha

O grande debate na região é sobre a questão das restrições ao funcionamento do comércio e a necessidade do isolamento social. Mandirituba autorizou a reabertura do comércio nessa semana. Em parte das cidades a pressão é grande junto ao prefeito e vereadores. Grupos de comerciantes e empresários se articulam em grupos de mensagens, principalmente motivados pela crise financeira e até o desemprego. E qual é decisão certa? Quem tem mandato é eleito para isso, tomar decisão.

Partidos

A partir da próxima semana já será sabido como ficaram os partidos e suas respectivas chapas de candidatos a vereadores. Serão muitas calculadoras somando que tem mais ou menos chance de completar o coeficiente eleitoral. E tem mudança neste sentido para a eleição desse ano. Dependendo do número de cadeiras na câmara municipal e partidos que tenham feito o coeficiente, uma chapa pode ter vereador eleito mesmo sem alcançar o coeficiente mínimo. Será a chamada “eleição pela sobra”.

Vereador Rogério Sadi da Silva, o Kinho. Foto: DivulgaçãoPiên

O vereador Rogério Sadi da Silva, o Kinho, confirmou no último final de semana o seu ingresso no Partido Progressista (PP). Kinho sai da base de apoio do prefeito João Padeiro (PSD) e já fala em disputar a prefeitura. O PP tem ainda o vereador Joanício Machado, que é o presidente do partido. Outro partido que está fechando chapa para disputar o legislativo no município é o Democratas, liderado pelos empresários Denis Frank Natsume e Fernando Biaobok. Sobre a disputa pela prefeitura a decisão ficará para o futuro.

Mandirituba

O vereador de Mandirituba, Felipe Machado , que tinha longa trajetória no PDT, acaba de assumir a presidência do Partido Republicano da Ordem Social no município (Pros). Felipe Machado já declarou que é pré-candidato a prefeito. Sua ida para o Pros foi motivada pela relação com o deputado federal Toninho Wandscheer.

Paraná

O governo do Estado informou nesta semana que de janeiro a dezembro de 2019, houve uma redução de 26.569 furtos e roubos no Paraná, na comparação com o mesmo período de 2018. A queda percentual de furtos foi de 9% e de roubos 18,5%. Isso significa que o Paraná teve 72 furtos e roubos a menos por dia durante todo o ano passado. As informações estão detalhadas no Relatório Estatístico Criminal do Centro de Análise, Planejamento e Estatística da Secretaria da Segurança Pública.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email