segunda-feira, 4
 de 
julho
 de 
2022

Pela primeira vez, Japão reconhece que radiação provocou câncer de ex-funcionário de Fukushima

Acidente nuclear na usina nuclear de Fukushima, no Japão, em março de 2011/Foto: DivulgaçãoO governo japonês reconheceu nesta terça-feira, pela primeira vez, que um ex-funcionário da central nuclear de Fukushima tem leucemia em consequência das radiações provocadas pelo acidente nuclear de março de 2011.
Outros operários da central de Fukushima Daiichi, nordeste do Japão, gravemente afetada pelo tsunami de 2011, sofrem de câncer, mas esta é a primeira vez que o ministério japonês da Saúde reconhece oficialmente uma relação de causa e efeito entre as radiações e a doença.
— Este caso cumpre com as condições para que seja reconhecido — afirmou um funcionário do ministério da Saúde.
O operário de 30 anos trabalhou de outubro de 2012 a dezembro de 2013 na central de Fukushima Daiichi, informaram as autoridades. Outros três casos estão sendo examinados, segundo o ministério, que já havia rejeitado reclamações similares de ex-trabalhadores da central nuclear.

Fonte: Zero Hora

Leia a matéria completa aqui

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email