sábado, 25
 de 
maio
 de 
2024

Número de consumidores que pedem CPF na nota fiscal cresceu 13% em 12 meses no Paraná

Número de pessoas que pediram CPF na nota cresceu em 12 meses. Foto: Roberto Dziura Jr/AEN
Número de pessoas que pediram CPF na nota cresceu em 12 meses. Foto: Roberto Dziura Jr/AEN
Uma das razões para solicitar a inclusão do CPF na nota fiscal é a participação no Programa Nota Paraná, que permite acumular créditos de ICMS, além de concorrer a sorteios mensais de prêmios que vão de R$ 50 a R$ 1 milhão

Ao longo de 12 meses, a Secretaria de Estado da Fazenda registrou um aumento de 13,2% no número de consumidores individuais que pedem para inserir o CPF na nota fiscal em suas compras. Em junho de 2023, 8,9 milhões de contribuintes adotaram a prática, enquanto no mesmo mês do ano passado, foram 7,6 milhões.

Na mesma base de comparação, o número de notas fiscais com CPF emitidas no Paraná saltou de 78 milhões para 83,4 milhões, crescimento de 7%. Uma das razões para que as pessoas o CPF na nota fiscal é a participação no Programa Nota Paraná, que permite acumular créditos de ICMS, além de concorrer a sorteios mensais de prêmios que vão de R$ 50 a R$ 1 milhão. Os créditos podem ser usados para abater valores do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) ou serem transferidos diretamente para a conta bancária do participante. O próximo sorteio ocorre na segunda-feira.

Marta Gambini, coordenadora do Programa Nota Paraná, faça sobre os benefícios do CPF na nota. “Exigir a nota fiscal em compras é fundamental para diversos aspectos. Além de contribuir para o combate à sonegação fiscal, a prática também promove uma concorrência justa entre os estabelecimentos comerciais. Ela assegura a transparência nas transações comerciais, beneficia a economia e os serviços prestados pelo Estado”, diz.

Segundo pasta, os segmentos que mais geram créditos fiscais pelo programa são supermercados, vestuário, lojas, calçados, móveis, restaurantes, eletrodomésticos e venda de material de construção.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email