sábado, 25
 de 
maio
 de 
2024

Nível do Rio Negro preocupa região

Cheias do Rio Negro afetam acesso ao bairro Paranazinho, em Piên. Foto: O Regional
Cheias do Rio Negro afetam acesso ao bairro Paranazinho, em Piên. Foto: O Regional
No município de Rio Negro, cheias do rio já causaram enchentes, afetando dezenas de famílias. Em Piên, nível do rio vem baixando neste sábado, mas Defesa Civil e Corpo de Bombeiros se mantêm em atenção

 

As constantes chuvas dos últimos dias seguem causando preocupação em toda a região. No decorrer desta semana, foram registrados diversos pontos de alagamento, interditando estradas, causando cancelamento do transporte escolar e afetando famílias em diversas cidades.

Uma das preocupações segue sendo quanto ao nível do Rio Negro, que divide os estados do Paraná e Santa Catarina e que percorre alguns municípios da região. Entre as cidades mais afetadas está Rio Negro.

No início da noite deste sábado (07), a leitura da régua no município já atingia a casa de 9 metros, em uma crescente e atingindo o maior nível desde o início das chuvas desta semana. Às 12 horas, segundo a prefeitura, havia 17 famílias abrigadas no Ginásio de Esportes José Müller, em um total de 65 pessoas.

Ainda segundo o poder executivo de Rio Negro, naquele horário eram 67 famílias do município cadastradas para receber auxílio, totalizando 171 pessoas, entre desalojados e desabrigados. A prefeitura ainda informou que no início da tarde mais 12 família estavam sendo atendidas.

Em decorrência do drama das enchentes, a prefeitura de Rio Negro solicita que as pessoas evitem passar pelas áreas atingidas pela cheia do rio, pois as equipes de socorro precisam que o trânsito e a área fiquem livres para o atendimento às famílias que precisam deixar as residências.

Foram disponibilizados pontos de arrecadação de doação para as famílias afetadas: Secretaria de Assistência Social (prédio do antigo Fórum), Ginásio de Esportes José Müller, Sesc Senac (bairro Estação Nova), ACI (bairro Bom Jesus), Corpo de Bombeiros e Subprefeitura do Lageado dos Vieiras.

No município de Piên, o nível do Rio Negro na localidade de Fragosos, na divisa com a cidade Campo Alegre/SC, diminuiu neste sábado. Setembrino Teles de Oliveira, morador do lado catarinense, disse que neste sábado (07) o rio está mais baixo do que sexta-feira (06), mas mostrou preocupação caso as chuvas continuem pelos próximos dias. “Em outras enchentes a água passou muito acima da ponte de madeira”, contou.

À tarde, a leitura da régua estava em 4,73 metros, menos que os 4,99 de sexta-feira. Segundo o Cabo Heineck, do Corpo de Bombeiros de Piên, na sexta-feira o corporação esteve na ponte de madeira em Fragosos fazendo a interdição da estrutura por medida de segurança. Além de monitorar o nível do rio, os bombeiros também acompanham a precipitação das chuvas. “Hoje, temos uma precipitação acumulada de 11,2 milímetros”, salientou, no início da noite.

O Sargento Dutka ressalta que, a partir da noite de sábado o nível do rio se mantém estável, mas com a previsão de um domingo chuvoso, a corporação se mantém em atenção.

Famílias são acolhidas em Rio Negro. Foto: Assessoria/Prefeitura de Rio Negro
Famílias são acolhidas em Rio Negro. Foto: Assessoria/Prefeitura de Rio Negro



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email