domingo, 7
 de 
agosto
 de 
2022

Livro conta a história da família Fragoso

Henrique pesquisou ao longo de 10 anos registros antigos da família Fragoso/Foto: DivulgaçãoO jornalista são-bentense Henrique Fendrich está lançando o livro “A família Fragoso – Genealogia no Paraná e Santa Catarina”. A obra conta a história da família que deu origem à localidade de Fragosos e que também foi uma das primeiras a morar na cidade de Piên. O livro também marca os 250 anos do casamento de Domingos Soares Fragoso, antepassado da família, e conta com uma árvore genealógica com mais de 3,7 mil descendentes, resultado de 10 anos de pesquisa de Fendrich em registros antigos.
Segundo o autor, a família Fragoso já estava na região de Piên em período anterior a 1865. A ocupação do lugar se deve a Manoel Soares Fragoso, curitibano que estava morando na Lapa e que de lá partiu com grande comitiva de filhos e netos para a atual cidade de Piên. “Desde o início, os Fragoso estiveram dos dois lados do Rio Negro, e inclusive atribui-se a eles a construção da primeira ponte separando Paraná e Santa Catarina”, explica Fendrich.
Com o passar dos anos, a família foi se espalhando e, para este trabalho, o jornalista descobriu muitos descendentes em lugares como Trigolândia, Boa Vista, Lageado, Palmitos, Gramados e Mosquito. Em geral são famílias simples e humildes, assim como eram os próprios povoadores. “Os Fragoso têm origem em um filho ilegítimo de um paulista com uma índia. Era uma família pobre, apesar de terem tido muitas terras no início da povoação”, lembra o autor.
Conforme apurou em suas pesquisas, os Fragoso são descendentes de antigos bandeirantes paulistas e de índios paranaenses, provavelmente carijós. De Curitiba, a família se espalhou rapidamente por todo o Paraná e Santa Catarina. “A família de Piên é apenas um dos ramos da árvore. Encontrei membros da família Fragoso em 90 cidades diferentes”, ressalta Fendrich.
Apesar da extensão do trabalho, que tem 700 páginas, autor tem consciência de que há descendentes que ficaram de fora. “É uma família muito grande. A minha expectativa é que quem não foi citado identifique no livro pelo menos os seus avós e então me procure para fazer as atualizações em edições futuras”, sugere.
Este é o segundo livro de história escrito por Fendrich, que em 2013 lançou um sobre a família Zipperer. Ele também já publicou dois livros de crônicas. O livro “A Família Soares Fragoso” já está à venda no site do Clube de Autores.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email