domingo, 20
 de 
junho
 de 
2021

Grupo de pais reivindica educação domiciliar em Piên

Presidente da Aned falou sobre educação domiciliar para os vereadores de Piên

Um tema diferente esteve em pauta em uma reunião nesta semana na câmara de Piên. Um grupo de pais e mães pienenses foi até a casa de leis na terça-feira para formalizar a reivindicação de implantação do homeschooling, a educação domiciliar, no município. Segundo eles, esta é uma modalidade que dá liberdade aos pais para que ensinem seus filhos em casa.

No encontro, os pais estiveram acompanhados pelo presidente da Associação Nacional de Educação Domiciliar (Aned), Rick Dias. Em defesa da educação domiciliar, ele disse que a Constituição não diz que é proibido e que esta modalidade já é permitida em mais de 60 países.

Conforme Dias, estudos internacionais mostram que os estudantes de educação domiciliar têm desempenho de 15% a 30% superior do que os de escolas convencionais. “É um modelo completamente viável”, defendeu o presidente da Aned. Porém, é necessário haver legislação própria. Segundo ele, sem isso, muitas famílias acabam com medo de serem denunciadas.

Por se tratar de um assunto novo na cidade e até delicado, os vereadores apresentaram diversos questionamentos, como por exemplo, até que ponto os pais estariam aptos a assumirem o ensino e como e onde seria feita a avaliação destes alunos e, posteriormente, a certificação. Neste caso, segundo Dias, deve haver o monitoramento por parte da Secretaria de Educação e a certificação ocorre por exames chancelados pelo MEC, como as tradicionais provas de supletivo.

Os legisladores também questionaram qual a posição do poder executivo. Segundo os pais, já houve conversas e inclusive há sinalização positiva do executivo para sanção de projeto sobre o tema. A própria secretária municipal de Educação, Clarice Fragoso, falou sobre o assunto na reunião, explicando como funcionaria o acompanhamento por parte da pasta. A intenção do grupo de pais é que a câmara aprove projeto de regulamentação no município.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email