segunda-feira, 26
 de 
fevereiro
 de 
2024

Grandes Ambientalistas: Alfredo Syrkis

Historicamente, o Partido Verde (PV) foi berço de muitos ambientalistas pelo mundo afora. Um dos seus mais expressivos militantes foi Alfredo Helio Syrkis. Nascido em Nova Iguaçu (RJ) em 8 de dezembro de 1950, nos deixou em 10 de julho de 2020. Era um multiprofissional atuando como jornalista, escritor e roteirista de TV e cinema, gestor ambiental e urbanístico.

Nos tempos da ditadura militar iniciou a sua militância na Vanguarda Popular Revolucionária (VPR), que teve como líder mais conhecido Carlos Lamarca. Passou a viver clandestinamente, e nas ações do grupo guerrilheiro objetivava principalmente a libertação de companheiros presos e torturados. Em 1971, resolveu abandonar a VPR e seguir para o exílio. Em 1973, tornou-se correspondente do jornal francês Libération e foi para o Chile enviar notícias sobre o governo do socialista Salvador Allende. Neste mesmo ano foi para Buenos Aires como correspondente do mesmo jornal e em 1975, passou a morar em Lisboa, trabalhando também como jornalista. Voltou ao Brasil somente em 1979 pela Lei da Anistia.

Em 1986 foi um dos fundadores do Partido Verde no Brasil. Em 1988 elegeu-se vereador do Rio de Janeiro (RJ), além de ocupar os cargos de secretário de Meio Ambiente (criador da pasta) e Urbanismo. As suas gestões foram destacadas pela construção de ciclovias, obras de saneamento, implantação de parques, revitalização da área portuária e ações culturais como a retomada do Circo Voador. Em 1988 foi candidato à Presidência da República pelo PV. Em 2007 iniciou fortemente a militância sobre as Mudanças Climáticas e em 2010 foi eleito Deputado Federal.

Escritor, publicou A guerra da Argentina (1977), Os carbonários (1980), Roleta chilena (1981), Corredor polonês (1983), Silicone XXI (1985), Verde carioca (1996), Ecologia urbana e poder local (1999), O efeito Marina (2011), Megalópolis (2012) e Descarbonário (2020). Sempre muito respeitado mundialmente pela maneira como defendia a causa ambiental, Alfredo deixou muita saudade. Seu legado permanece presente naqueles que compreendem que é nas cidades que a política mais impacta os cidadãos. Trabalhar o Poder Local era uma paixão. Viva Syrkis!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email