sexta-feira, 23
 de 
fevereiro
 de 
2024

Secretaria de Saúde de Tijucas do Sul enaltece indicadores do Previne Brasil

Equipe da Secretaria de Saúde destacou o empenho dos profissionais para avançar nos indicadores. Foto: Arquivo/O Regional
Equipe da Secretaria destacou o empenho dos profissionais para avançar nos indicadores. Foto: Arquivo/O Regional
Município é o segundo colocado no desempenho dos índices entre as 29 cidades que compõem a 2ª Regional de Saúde durante o segundo quadrimestre de 2022

O trabalho realizado pelas equipes da Secretaria de Saúde de Tijucas do Sul, por meio da Atenção Primária, colocou o município como o segundo colocado entre as cidades da 2ª Regional de Saúde no desempenho dos indicadores do programa Previne Brasil, do Ministério da Saúde, que é um modelo de financiamento que destina recursos e investimentos aos municípios em conformidade com os resultados obtidos nos índices.

Considerando o segundo quadrimestre de 2022, Tijucas do Sul alcançou a nota 8,9, ficando atrás apenas de Quitandinha, com 9,1.

Os indicadores abrangem estratégias e ações da atenção primária no acompanhamento de pré-natal, saúde da mulher, saúde da criança e no acompanhamento relacionado à doenças crônicas.

As servidoras da Saúde do município, Bruna Yamaguchi e Keila Caroline Camargo, explicam que, com a implantação do programa, o município foi avançando consideravelmente nos quadrimestres avaliados. “Em 2021, por exemplo, dos sete critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde, apenas um estava dentro do proposto. Os indicadores contemplam a proporção de gestantes com pelo menos seis consultas pré-natal realizadas, sendo a primeira até a 12ª semana de gestação; consultas odontológicas de gestantes, realização de exames para sífilis e HIV para gestantes; mulheres com coleta de citopatológico; cobertura vacinal da primeira infância; proporção de pessoas com hipertensão, com consulta e pressão arterial aferida no semestre; e proporção de pessoas com diabetes, com consulta e hemoglobina glicada solicitada no semestre”, detalham.

De acordo com Bruna e Keila, a atuação junto à atenção secundária e o hospital do município também contribuíram para a progressão nos dados. “Houve um trabalho de busca ativa, intensificando o contato com a população e estratégias para fortalecer o vínculo com a atenção primária. Enaltecemos a importância dos moradores estarem buscando os serviços, principalmente as mulheres na realização de exames preventivos”, indicam.

Para a secretária de Saúde, Elaine de Castro Neves, os resultados já obtidos indicam que o trabalho está no caminho certo. “Ainda não houve a divulgação do último quadrimestre de 2022, com os números de setembro, outubro, novembro e dezembro, mas há uma grande expectativa para continuarmos avançando. Destaco o empenho das equipes e profissionais que diariamente se dedicam às atividades da atenção primaria”, afirma.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email