terça-feira, 15
 de 
junho
 de 
2021

Ginasta de Quitandinha se destaca e é uma grande promessa do esporte

Pandemia interrompeu os treinamentos e Lindsey vem mantendo a forma com exercícios realizados em sua casa. Foto: DivulgaçãoFocada no sonho de ser ginasta e com uma determinação muito grande, a quitandinhense Lindsey Layane Ziomek Boron vem se destacando na ginástica artística. Com apenas 9 anos, ela já coleciona muitas conquistas e atualmente é uma das grandes esperanças do esporte regional.

Moradora da localidade rural de Pavão, Lindsey gostava de balé e os movimentos chamaram atenção dos pais, que levaram a filha, na época com 7 anos, para realizar testes em um ginásio em Curitiba. “Ela ficou cerca de um mês sendo avaliada, com treinos duas vezes por semana. Com destaque nos testes de esforço, os professores identificaram nela um talento grande para a ginástica”, recorda a mãe Sirlete Aparecida Ziomek Boron.

O talento de Lindsey logo chamou atenção dos professores do Centro de Excelência de Ginástica do Paraná (Cegin), que já formou ginásticas renomadas a nível mundial. “Ela foi selecionada e passou a ingressar a equipe paranaense, onde os treinos passaram a ser diários. Com isso, nos deslocávamos todos os dias para Curitiba”, relembra Sirlete. O desgaste das viagens fez com que o desempenho da ginasta tivesse uma queda e os pais então foram orientados a se mudarem para a capital. “Naquele momento, isso não era possível e a Lindsey foi morar com uma família de uma outra ginasta”, conta Sirlete.

Permanecendo firme em seu objetivo, Lindsey driblou as adversidades e a distância da família, que neste ano locou um imóvel para estar mais próximo da filha. “Ela mostrou uma grande maturidade, mantendo-se determinada nos estudos e decidida em lutar pelo seu sonho. Como pais, nós estamos ao lado dela e fazendo de tudo para dar o suporte necessário”, relata o pai Aldori Boron.

Devido à pandemia, os treinamentos e as aulas seguem suspensas por tempo indeterminado. “A Lindsey vem realizando as atividades em casa. Este ano estava cercado de expectativas, já que ela iria participar das primeiras competições, as quais acabaram sendo canceladas”, enfatiza Aldori, que destaca a força de vontade da filha. “Temos muito orgulho da Lindsey, mesmo com a pouca idade ela tem uma dedicação elogiável e para nós já é uma grande campeã. Enfrentou adversidades, mas soube usar delas para ter ainda mais força e seguir sua caminhada”, finaliza.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email