sexta-feira, 24
 de 
setembro
 de 
2021

Segue paralisado o calendário das tradicionais Caminhadas na Natureza

Mandirituba recebeu uma das últimas promoções neste ano com a edição na localidade de Espigão das Antas. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de MandiritubaAs Caminhadas na Natureza têm ganhado um importante espaço na promoção do turismo rural em todo o Paraná e se tornado como um tradicional evento esportivo e de lazer. Com a imprevisibilidade causada pela pandemia da Covid-19, o calendário de eventos, que já contava com a programação até o final de 2020, também deverá ser impactado.

Nas cidades da região, estavam previstas caminhadas em nove municípios, com o cronograma iniciado em fevereiro e prevendo eventos até meados de novembro. Todas as promoções são promovidos pelo Instituto Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural (Emater) e contam com apoio das prefeituras e do projeto Anda Brasil.

A coordenadora estadual de Turismo Rural do instituto, Terezinha Busanello Freire, ressalta que ainda é imprevisível a retomada do calendário. “Estamos aguardando as determinações do governo estadual e preparando novas estratégias para futuras promoções. Pensamos sempre na saúde e bem estar dos caminhantes e não podemos comprometê-los diante deste cenário”, pontua.

Ainda conforme a coordenadora, as caminhadas são importantes no fomento do setor turístico e cada circuito é único, desenvolvido para apresentar as belezas de cada cidade. “São eventos que permitem que as pessoas conheçam o meio rural, a natureza, as riquezas naturais de cada localidade. Com o fim da situação da pandemia, o cenário aponta para uma retomada no turismo na área rural, em meio à natureza, ao ar livre. Diante disso, vamos ter que nos reinventar no modelo de fazer as Caminhadas”, avalia.

Membro da equipe de organização das Caminhadas Internacionais na Natureza em Mandirituba e coordenador de equipe de organização das caminhadas de longa distância do município, Irivan Ferreira apresenta algumas ações que vêm sendo adotadas a fim de planejar os futuros eventos. “Recentemente, houve um encontro virtual com os responsáveis pelas instituições que fazem parte da rede de organização das Caminhadas no Brasil, como o Anda Brasil, Ecobooking e Emater, para comentar sobre o cenário dos eventos no país. Assim como em todo o Estado, Mandirituba também aguarda as instruções e estamos debatendo sobre o formato em que as caminhadas na região vinham acontecendo, tomando uma proporção de grande eventos. A ideia é formar novas opções de grupos menores em trajetos e reforçar o trabalho de conscientização junto aos moradores e produtores rurais em relação a receber os caminhantes que quase sempre vêm de centros urbanos onde a incidência do vírus é maior”, finaliza.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email