terça-feira, 28
 de 
maio
 de 
2024

Familiares e amigos de Alysson e Isabela pedem justiça em protesto na BR-116

Protesto pedindo por justiça foi realizado na BR-116, em Fazenda Rio Grande. Foto: Arquivo/O Regional
Protesto pedindo por justiça foi realizado na BR-116. Foto: Arquivo/O Regional
Casal morreu após ter o carro atingido por um motorista que, de acordo com as investigações, estava na contramão na rodovia, em Fazenda Rio Grande

Familiares e amigos dos jovens Alysson Moura e Isabela Felipack, de Mandirituba, foram às ruas na manhã do último sábado para clamar por justiça. O casal morreu em agosto, em decorrência de um grave acidente no quilômetro da 128 BR-116, em Fazenda Rio Grande, quando um veículo Peugeot teria invadido a contramão, colidindo com a Fiat Strada onde estavam os mandiritubenses.

Moura entrou em óbito ainda no local da ocorrência, enquanto Isabela chegou a ser socorrida, falecendo dois dias depois. Em um ato de solidariedade, a família da moça autorizou a doação de seus órgãos.

O irmão de Alysson, Ewerton Moura, conta que, diante da falta de celeridade do caso envolvendo a morte do casal, o manifesto na BR-116 foi organizado para cobrar justiça e a prisão do motorista causador do acidente. “É algo que já deveria estar definido. Diante de tantas informações, testemunhas, vídeos e das investigações, ainda temos que gritar em busca de justiça para que o culpado seja preso. Nosso caso não é somente um acidente de trânsito, é um assassinato”, afirmou.

Padre João Maria fez uma benção durante o ato. Foto: Arquivo/O Regional
Padre João Maria fez uma benção durante o ato. Foto: Arquivo/O Regional

Um dos presentes no manifesto foi o padre João Maria Stech, pároco da Paróquia Senhor Bom Jesus, de Mandirituba, fez uma benção e proferiu palavras de solidariedade aos familiares e amigos do casal. “Queremos pedir a Deus que dê a vocês muita força para viver este momento difícil. E aqui, neste gesto de solidariedade, onde tantos amigos se fazem presente, queremos rezar por vocês e pedir uma benção especial a estas famílias e dizer que a igreja está com vocês sempre”, disse.

O caso já foi investigado pelo polícia e foi encaminhado ao Ministério Público, que vai decidir se apresenta ou não a denúncia contra o motorista.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email