terça-feira, 9
 de 
agosto
 de 
2022

Em Tijucas, Escola Francisco Sobrinho celebra seus 34 anos

Exposições retrataram a história da instituição. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Tijucas do SulA comunidade escolar de Tijucas do Sul esteve em festa na última semana, celebrando os 34 anos da Escola Rural Municipal Professor Francisco da Rocha Camargo Sobrinho. Funcionários e alunos promoveram um evento em homenagem ao patrono Francisco Camargo Sobrinho.

O evento reuniu familiares de Francisco, ex-alunos do professor, alunos e ex-alunos da escola, funcionários antigos e atuais, autoridades e a comunidade, que puderam prestigiar e conhecer a história da instituição por meio de leituras de cartas e poemas da época, apresentações artísticas dos alunos, exposições e depoimentos dos ex-alunos e familiares. A sede da escola se tornou um centro de exposições, com salas que contavam a história.

Presente no evento, o prefeito César Matucheski enfatizou a importância e a valorização da escola, dos estudos e dos professores na vida de um cidadão, relendo um trecho da carta que Hermínio de Camargo enviou para o professor Francisco em 1951. “Meninos dessa casa aproveitai o tempo estudando, obedecendo as lições de vosso mestre, para que no dia de amanhã também seja um agradecido”, diz o trecho.

A diretora Edinéia Teti Farias agradeceu a presença da comunidade e destacou o trabalho dos alunos e funcionários da escola na realização deste evento. “Agradeço imensamente a participação dos visitantes nesta festa tão bonita organizada pelos professores, que trabalharam muito para que tivéssemos essas apresentações”, afirmou.

Emocionada, Ana Lia, neta de Francisco, fez um depoimento sobre as homenagens e parabenizou os alunos e funcionários pelo evento, que trouxe a ela boas lembranças sobre seu avô e sua infância.

A escola – Em 12 de abril de 1983, foi realizada a aula inaugural, sendo que a inauguração oficial ocorreu no dia 18 de maio de 1983. O nome do patrono da escola Professor Francisco da Rocha Camargo Sobrinho foi em razão do centenário de seu nascimento. Francisco foi professor durante 29 anos na Lagoinha, na antiga “Casinha Branca”, como era chamada por funcionários e alunos da época.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email