sexta-feira, 1
 de 
julho
 de 
2022

Disciplina de matemática ainda é vilã da educação em algumas cidades

Ensino de Piên está entre os municípios em que o desempenho foi positivo/Foto: Arquivo / O RegionalTemida por muitos, a matemática vem tendo seu status de vilã na educação superado com o passar dos anos em algumas cidades. Mas em outras ela ainda é considerada uma disciplina indigesta, como mostram resultados da Avaliação Nacional de Alfabetização (ANA) de 2014, divulgados na segunda quinzena de setembro pelo Ministério da Educação.
Em quatro municípios do suleste paranaense – Contenda, Mandirituba, Agudos do Sul e Fazenda Rio Grande, mais da metade dos alunos do 3º ano do ensino fundamental apresentaram baixo aprendizado na disciplina. Ou seja, maioria dos estudantes destas cidades que participaram da avaliação de matemática não superou os dois primeiros níveis, de um total de quatro.
Por outro lado, em seis municípios houve avanço no percentual de alunos que conseguiram atingir nível 3 ou 4. Esta melhora ocorreu em Agudos, Lapa, Mandirituba, Piên, Rio Negro e Tijucas do Sul.
Segundo o secretário municipal de Educação de Rio Negro, Alessandro Cristian Von Linsingen, o bom desempenho do município é resultado de uma soma de esforços no setor. “Temos um grupo bom de professores e frequentemente são realizadas capacitações. Também trabalhamos com diagnósticos que nos direcionam onde estão as dificuldades”, comenta.
Os resultados foram classificados em níveis de proficiência. Eles estão divididos em nível 1 (até 425 pontos), nível 2 (maior que 425 até 525 pontos), nível 3 (maior que 525 até 575 pontos) e nível 4 (maior que 575 pontos).

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email