domingo, 22
 de 
maio
 de 
2022

Definidas datas das cotas extras do transporte escolar

Pagamentos dos gastos extras acontecerão em duas etapas/Foto: O RegionalApós os dois períodos de greve dos professores da rede estadual de ensino no primeiro semestre, muitas prefeituras mostraram preocupação quanto ao transporte escolar no período de reposição de aulas. No suleste paranaense, assim como em outras regiões, alguns prefeitos alegaram que não teriam condições de bancar as despesas extras do serviço.
Nesta semana, porém, o governo estadual encaminhou ofício a Associação dos Municípios do Paraná (AMP) que formaliza o anúncio feito no mês passado pelo governador Beto Richa do pagamento de duas cotas extras, no valor de R$ 9 milhões cada, para custear as despesas adicionais com o transporte. A cota referente a 2015 será paga em dezembro deste ano e a outra em julho de 2016.
Anualmente, o estado paga dez cotas às prefeituras para o transporte escolar. Em 2015 serão pagas 11 cotas. Em 2016, também haverá uma cota extra, pois parte das unidades escolares só encerrará o ano letivo em fevereiro ou março do ano que vem.
Os municípios que não farão o transporte de estudantes em períodos de reposição, no caso de locais em que não houve adesão à greve, não receberão recurso extra. A secretária de estado da Educação, Ana Seres, ressalta que os calendários de reposição que incluíram a sexta aula ou aulas aos sábados precisam levar em conta a disponibilidade do transporte aos alunos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email