quinta-feira, 24
 de 
junho
 de 
2021

Decretos flexibilizam a reabertura dos comércios

Em alguns estabelecimentos, clientes aguardavam a vez no lado de fora como medida de prevenção. Foto: Arquivo/O RegionalCom as portas fechadas e sem atendimento ao público nos últimos dias devido ao Covid-19, os comerciantes estão aflitos e muitos deles sem dispor de recursos para custear aluguéis e o pagamento de funcionários. Sensível ao apelo da classe comercial, algumas prefeituras da região autorizaram nesta semana a reabertura do comércio.

Anunciado no mês passado pelo governo do Estado, o isolamento social foi aderido em um primeiro momento por todas as prefeituras. No entanto, desde a última semana os comerciantes e parte da população pressionam para que haja a reabertura dos estabelecimentos. Com isso, as prefeituras de Agudos do Sul, Fazenda Rio Grande, Lapa, Mandirituba, Piên, Quitandinha e Tijucas do Sul emitiram decretos autorizando a retomada dos trabalhos.

Para a secretária de Administração e Finanças de Quitandinha, Jaqueline Ribas, o momento que todo o país e o mundo está passando é muito delicado. “Toda medida adotada irá gerar um desconforto, mas, optamos agora por não criar uma crise ainda maior. Muitos comerciantes fizeram compras para a Páscoa e estavam sem poder vender”, relata Jaqueline, salientando que a reabertura do comércio foi definida em comum acordo com outros segmentos da sociedade. “Fomos flexíveis ao apelo, mais exigimos que todos os cuidados sejam adotados, havendo uma grande fiscalização sobre isso”, enfatiza.

Em Agudos do Sul, a prefeita Luciane Teixeira destacou que a reabertura do comércio tem exigido alguns cuidados. “Estamos apresentando vários requisitos e incentivando mecanismos para que haja a menor aglomeração de pessoas. Neste sentido, colocamos todas as mídias da prefeitura a disposição para que os comerciantes possam divulgar seus trabalhos”, relatou a prefeita, solicitando a população que valorize o comércio local. “Temos que ser cautelosos para nos prevenir da pandemia, mas, responsáveis para não parar a cidade e gerar um enorme desemprego. Por isso, peço a união da população para que obedeça às restrições de saúde e valorize comprando nas empresas locais”, reforçou.

Em Tijucas do Sul, o prefeito Cesar Matucheski reforçou o pedido de prevenção à população. “A reabertura dos demais estabelecimentos não nos preocupa tanto, quanto os locais essenciais que estavam tendo grande aglomeração. Por isso, pedimos bom senso e precaução aos moradores”, solicita.

Nas demais cidades da região, as prefeituras optaram por manter apenas os estabelecimentos essenciais com atendimento ao público, seguindo as recomendações do Estado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email