segunda-feira, 26
 de 
fevereiro
 de 
2024

Estado destina recursos para construção de Conselhos Tutelares em 12 cidades

Cidade de Fazenda Rio Grande terá recursos para a construção do prédio do Conselho Tutelar. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Fazenda Rio Grande
Cidade de Fazenda Rio Grande terá recursos para a construção do prédio do Conselho Tutelar. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Fazenda Rio Grande
Ao todo, investimentos somarão R$ 15.066.807,29, liberados pela Secretaria do Desenvolvimento Social e Família (SEDEF). Da região, Fazenda Rio Grande terá R$ 1,3 milhão para a construção do prédio

O governo do Paraná destinou recursos para a construção de novos prédios para abrigar sedes de Conselhos Tutelares em 12 municípios. As obras, que foram licitadas em 2022 e devem começar neste ano, serão realizadas pela Diretoria de Edificações da Secretaria de Estado das Cidades (SECID) com operação técnica do Serviço Social Autônomo Paranacidade.

O investimento somará R$ 15.066.807,29, liberados pela Secretaria do Desenvolvimento Social e Família (SEDEF), contemplando as cidades de Campo Largo, Campo Mourão, Cascavel, Cornélio Procópio, Fazenda Rio Grande, Guarapuava, Imbituva, Jaguariaíva, Maringá, Prudentópolis, Rolândia e São Mateus do Sul. Para Fazenda, está confirmado o aporte de R$ 1.347.194,30.

O secretário das Cidades, Eduardo Pimentel, enalteceu o compromisso do Estado no apoio na atenção à criança e ao adolescente. “São ações que revelam a integração dos diversos setores pelo cumprimento das diretrizes do governador Carlos Massa Ratinho Junior. E a atenção e o cuidado com as crianças e adolescentes é uma dessas preocupações”, afirmou.

A participação da SECID (antiga Secretaria de Desenvolvimento Urbano e de Obras Públicas) como executora de projetos acontece desde a reestruturação administrativa implantada no início do segundo mandato.

Com a mudança, explicou a superintendente executiva do Serviço Social Autônomo Paranacidade, Camila Mileke Scucato, a Paraná Edificações, então responsável pelo desenvolvimento e operação dos projetos de edificações próprias do Governo do Estado, foi incorporada à SECID, com o status de diretoria. “Essa alteração traz mais agilidade na tramitação dos projetos”, detalhou.

Conselhos tutelares – Os Conselhos Tutelares são órgãos que têm como objetivos garantir direitos de todas crianças e adolescentes, com prioridade àquelas em condições de vulnerabilidade e risco, além de fazer orientações aos pais e responsáveis.

A entidade conta com autonomia funcional e seus integrantes são eleitos pelas comunidades para mandatos de quatro anos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email