sábado, 21
 de 
maio
 de 
2022

Concessão dará duplicação a BR 476

Concessão garantirá importantes investimentos a BR 476/Foto: O RegionalOs municípios da região são cortados por diversas rodovias, a grande maioria com estrutura precária e não duplicadas. Esta deficiência compromete o desenvolvimento e o poder público federal não consegue investir na melhoria da estrutura das rodovias, ferrovias, portos e aeroportos. Ciente desta dificuldade, o governo lançou na última terça-feira, a segunda fase do Programa de Investimentos em Logísticas (PIL).
Através deste programa, novas concessões serão realizadas. Na região, está previsto o leilão da BR 476, rodovia esta que liga a cidade da Lapa a Chapecó, em uma ligação entre os estados do Paraná e de Santa Catarina. O objetivo é melhorar as condições de escoamento da produção de grãos, aves e suínos pelos portos do Arco Sul, Paranaguá e Rio Grande.
Entre 2011 e 2014, o governo federal concedeu 5,3 mil quilômetros em sete rodovias. Esta nova fase do programa de concessões prevê investimentos da ordem de R$ 66,1 bilhões e mantém o modelo de sucesso da primeira etapa, em que o vencedor do leilão será o grupo que apresentar a menor tarifa de pedágio. Neste ano, estão previstos cinco leilões, dentre eles o do trecho Lapa-Chapecó, que correspondem a projetos iniciados ano passado, no valor de R$ 19,6 bilhões. Serão feitas obras para duplicação das pistas, terceira pista, faixas adicionais, sinalização, entre outras. Ainda não há indicação dos locais em que serão implantadas as praças de pedágio.
A inclusão da BR 476 foi uma reivindicação realizada pela prefeita Leila Klenk à então ministra-chefe da Casa Civil, senadora Gleisi Hoffmann, em novembro de 2013. “Esta obra trará um avanço significativo, oferecendo a Lapa condições de ser tornar um grande centro de escoamento da produção agropecuária. Além disso, mais de vinte comunidades do interior serão beneficiadas com um acesso mais rápido e seguro proporcionado pela duplicação”, ressaltou Leila.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email