sábado, 25
 de 
maio
 de 
2024

Circuitos de Caminhadas na Natureza impulsionam a economia das cidades

Mandirituba é uma das cidades de destaque em todo o Estado com a realização de circuitos de Caminhadas na Natureza. Foto: Arquivo/O Regional/Ludgero Wotroba Mandrik
Mandirituba é uma das cidades de destaque em todo o Estado com a realização de circuitos de Caminhadas na Natureza. Foto: Arquivo/O Regional/Ludgero Wotroba Mandrik
Em 2023, eventos já injetaram R$ 1,2 milhão nas economias nos municípios paranaenses. Na região, caminhadas movimentam milhares de participantes, que desfrutam das belezas naturais e atrativos do turismo rural

Aliando lazer, geração de renda e desenvolvimento do turismo rural paranaense, o projeto Caminhadas na Natureza Paraná, coordenado pelo Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná) e executado em parceria com as prefeituras, injetou, de janeiro a outubro de 2023, R$ 1,2 milhão na economia dos municípios.

Conforme os dados divulgados pelo órgão, neste ano foram 81 edições de caminhadas que já reuniram 56.024 pessoas. Até dezembro outros 59 circuitos estão previstos no Estado.

Segundo a coordenadora estadual do Programa de Turismo Rural do IDR-Paraná, Terezinha Busanello Freire, o projeto é uma política pública voltada à agricultura familiar com o objetivo de gerar emprego e renda no campo, além de valorizar as comunidades anfitriãs. “Além das trilhas, estamos dando mais atenção para a comercialização dos produtos e serviços oferecidos pelas comunidades rurais aos caminhantes”, diz.

Terezinha lembra ainda que as Caminhadas na Natureza não têm custo de inscrição, portanto, a renda para os agricultores envolvidos depende exclusivamente da venda de produtos e serviços. “Da mesma forma, queremos conscientizar o caminhante a respeito da importância dele adquirir produtos locais, assim como os serviços ofertados, o café e almoço rural, a feira de produtos da agroindústria familiar e de artesanato”, explicou.

Um dos destaques na região com a realização das Caminhadas é Mandirituba, cidade que atraiu mais de 8 mil caminhantes nas edições de 2023, como detalha o diretor municipal de Turismo, Irivan Ferreira. “São cinco circuitos realizados na cidade e estes eventos movimentaram na cidade uma arrecadação nestes dias, contando com restaurantes, comunidades local na venda de produtos artesanais, da Feira Manduri e almoço onde foram realizadas caminhadas, um valor aproximadamente de R$ 460 mil”, comenta.

Ferreira avalia que, além da importância econômica, as caminhadas têm engajamento no incentivo de turismo rural. “Como estamos próximos de Curitiba, elas [caminhadas] nos trazem a possibilidade dos caminhantes voltarem aos produtores durante o ano para adquirir seus itens. Houve ainda um aumento na área de turismo rural com a abertura de pousadas no município”, destaca o diretor, enfatizando grupos de pessoas que procuram o município fora do calendário das caminhadas para explorar atrativos em Mandirituba. “Temos grupos que recebemos por meio de guias de turismo durante a florada da camomila. São visitantes de toda a região e cidades de outros estados”, conta.

De acordo com o diretor, sendo uma das cidades melhores avaliadas pelas caminhadas, o poder público busca sempre fomentar a área turística. “A prefeitura adotou as caminhadas como uma política pública de desenvolvimento, tanto do turismo rural como da agroindústria, com cursos que possam fortalecer nossos produtores e consolidar Mandirituba como um dos grandes polos de caminhadas do nosso país”, finaliza.

Em Mandirituba, abrindo o calendário de eventos em 2024, a primeira edição das Caminhadas na Natureza acontecerá no primeiro domingo de fevereiro.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email