sábado, 28
 de 
maio
 de 
2022

2017 pode ser diferente?

Ele chegou. Mais do que nunca esperávamos por esse novo ano, e parecia estar tão distante como nunca esteve nenhum outro. Essa imensa expectativa tinha razões de sobra, tamanho foi o desastre de 2016. Que ano difícil! O agravamento da crise política e econômica, o aumento do desemprego, e novos escândalos, corrupção, desastres e crimes.

Há muito pouco o que comemorar do ano que se encerrou. E não falamos apenas do âmbito nacional, por aqui, na região, as coisas também não andaram bem. A criminalidade aumentou, a dificuldade financeira se acentuou e pouco se criou para mudar a limitada realidade que vivenciam muitas famílias.

Agora, porém, é hora de perguntar o que podemos esperar de 2017. Ele pode ser diferente? Não é uma resposta fácil, na esfera econômica e política são muitas as incertezas e desconfianças, o que consequentemente pode complicar todo o resto. O Brasil precisa urgentemente de medidas que impulsionem seu desenvolvimento e resgatem a confiança dos investidores. A Operação Lava Jato, a reforma da Previdência e a MP dos gastos públicos têm relação direta neste sentido.

É fundamental mantermos a confiança, mas é imprescindível avançar na postura vigilante sobre o poder público e todos aqueles que podem e têm papel de mudar os destinos do país. E você também pode fazer sua parte, inclusive nas pequenas coisas.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email