segunda-feira, 22
 de 
julho
 de 
2024

Tijucas tem novos cortes de despesa

Prefeito diz que a prefeitura tem feito um grande esforço. Foto: Arquivo/O RegionalCom sérias dificuldades financeiras que se arrastam já por alguns anos, a prefeitura de Tijucas do Sul vem promovendo novas medidas para conter as despesas. O foco principal está na diminuição do índice de pessoal, o qual extrapolou o limite máximo e tem causados grandes impedimentos para o município.

Na última semana, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) fez alguns apontamentos e exigiu da prefeitura que sejam adotadas novas medidas para reduzir o gasto com pessoal. Segundo números apresentados pela prefeitura ao TCE, em 2017 foram gastos R$ 23.616.715,87 com pessoal, o que representou 58,61% da receita. Já em 2018, este percentual passou para 58,70%, contabilizando R$ 25.836.443,61. Estes valores estiveram acima dos 54%, teto máximo de gasto com pessoal estipulado pela legislação.

Para diminuir custos, o prefeito Cesar Matucheski exonerou neste mês mais quatro servidores comissionados, sendo que pelo menos outros dois devem se desligar das funções nos próximos dias. “É uma situação que nos preocupa há muito tempo e tem impedido o município até mesmo de obter certidão negativa e receber determinados recursos”, aponta o prefeito, salientando que as correções estão sendo feitas. “No início da gestão, contávamos com 54 servidores comissionados e atualmente estamos com apenas 28, sendo que destes 9 são secretários e outros 7 são efetivos em comissão. Para cumprir com as obrigações, todas as gratificações e horas extras estão suspensas, além de outras medidas que anunciaremos em breve”, concluiu.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email