segunda-feira, 4
 de 
julho
 de 
2022

Suleste paranaense fecha o semestre com mais de 13 mil contratações

Região fecha semestre com saldo positivo na geração de empregos. Foto: José Fernando Ogura/AEN

As cidades da região suleste fecharam o mês de junho com números positivos de contratações. Isso significa que mais contrataram do que demitiram. Piên ficou com a exceção. Mas uma boa notícia pode ser considerada como esperança da retomada da recuperação de empregos. O município registrou saldo negativo nos primeiros cinco meses do ano sendo – -37 no mês de janeiro; -19 no mês de fevereiro; -95 no mês de março; -101 no mês de abril; -14 no mês de maio. E, no mês de junho, Piên ficou com saldo positivo de contratações com o saldo de 27.

A diretora da Agência do Trabalhador de Piên, Ana Lima, relata que a maior dificuldade que a cidade enfrentou no primeiro semestre foi o alto número de demissões. Além das demissões, a diretora argumenta que os compradores estavam com as vendas paradas, com os estoques parados. Logo, a cidade teve uma baixa produção.

Segundo Ana, a Agência do Trabalhador atua para conseguir vagas para os moradores no mercado de trabalho. “Fazemos visitas, enviamos e-mails, ligações todas as semanas nas indústrias e comércio, em busca de vagas abertas. Muitas vezes fazemos tentativa de busca de empregos em empresas das cidades vizinhas, como por exemplo Três Irmãos, Implantec, Rudnick, Artefama, entre outras. Tudo para não deixar nossos munícipes passando necessidade”, comenta.

A previsão para o próximo semestre é a continuidade na busca pela abertura de empregos, instalação de novos empreendimentos em Piên e a capacitação dos moradores.

Em Mandirituba, o mês de junho fechou com o saldo positivo 51 e o acumulado do primeiro semestre em 413 de
saldo positivo. O secretário de Indústria, Comércio, Trabalho e Turismo de Mandirituba, Wagner Brasque Vieira, afirma que a prefeitura unificou as pastas que anteriormente eram divididas e disponibilizou uma sala de reuniões e atendimentos de empresários, como estratégia para fortalecer a geração de empregos. “No espaço os empresários podem estar fazendo entrevistas”, comenta.

Wagner afirma que a pasta também visita com frequência empresários em busca de novos investimentos. “Buscamos entender qual é a dificuldade que os empresários enfrentam, qual é o tipo de mão de obra que eles precisam. E através do Sebrae qualificamos nossos moradores para as vagas que as empresas têm aberto no município”, finaliza.

Panorama no Estado – O Paraná foi o quarto estado que mais gerou empregos no primeiro semestre de 2021, com um saldo de 118.316 vagas abertas entre janeiro e junho. Este é considerado o melhor desempenho do Estado para o período desde 2011. Também a primeira vez que o saldo nos primeiros seis meses do ano ultrapassa a marca de 100 mil vagas formais. No mês de junho foram abertos 15.858 postos de trabalho com carteira assinada, maior saldo da região Sul e também a quarta posição no país. Foi também o melhor desempenho para o mês nos últimos 11 anos.

O governador Ratinho Junior comemorou o resultado histórico na geração de empregos no período. “Tivemos o melhor trimestre, o melhor quadrimestre e agora também o melhor semestre da história do Paraná”, afirmou o governador.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email