segunda-feira, 18
 de 
outubro
 de 
2021

Região teve 112 postes danificados por acidentes com carros em 2018

Copel tem grande depósito onde são descartados os postes destruídos por acidentes automobilísticos. Substituição onera a companhia. Foto: Divulgação/CopelUm levantamento feito pela reportagem junto à Companha Paranaense de Energia (Copel) aponta que entre 2017 e 2018 houve um crescimento de 47% no número de postes danificados por acidentes de carro no suleste paranaense.

De acordo com o balanço, somados os dez municípios da região, o número de ocorrências neste sentido em 2017 chegou a 76, enquanto que no ano passado foram 112 postes atingidos. Os municípios que lideraram as estatísticas nos dois períodos analisados foram Fazenda Rio Grande, Lapa e Mandirituba.

O gerente de manutenção da região leste, João Henrique Gross, explica que a responsabilidade de pagar o prejuízo causado é do motorista, englobando desde a mão de obra até os equipamentos utilizados para o reparo. “Em média, o valor para reparar o poste é de R$ 2,9 mil, mas há casos em que dependendo dos equipamentos e serviços realizados, o valor pode chegar a R$ 32 mil”, detalha Gross, apontando que nem sempre os condutores são identificados. “Em grande parte dos casos, os causadores dos acidentes fogem e não é possível fazer a identificação”, relata.

Ainda conforma Gross, a população pode contribuir na comunicação de abalroamento de postes. “A primeira orientação para a população é ficar em segurança, longe de fios caídos ao chão. Na sequência, contatar a companhia, detalhando o local da ocorrência e, se possível, informar a placa do veículo envolvido na batida”, orienta o profissional, destacando que o maior prejudicado neste tipo de situação é o consumidor. “O grande prejuízo para a população é ficar sem energia durante o período em que o poste está danificado”, finaliza.

Casos de abalroamento de postes podem ser comunicados à Copel por meio do telefone 0800 5100 116 ou também pelas redes sociais da companhia.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email