segunda-feira, 8
 de 
agosto
 de 
2022

Região pode ter mais 295 casas rurais

Henrique Ryba é um dos agricultores beneficiados com o programa de habitação rural em Agudos do Sul. Foto: Arquivo/O RegionalA construção de 295 moradias rurais pode vir a ser anunciada em breve no suleste paranaense. Sete municípios da região devem ser contemplados. O governo estadual, por meio da Companhia Paranaense de Habitação (Cohapar), protocolou os projetos na Caixa Econômica Federal no início deste mês.

Ao total, para todo o Paraná, foram protocolados projetos para a construção de 11.034 novas moradias rurais em 327 cidades do estado. A articulação foi feita após a liberação de uma nova cota de recursos do Programa Nacional de Habitação Rural (PNHR) pelo governo federal. Os números não significam a garantia de atendimento, que só poderá ser informada após um posicionamento do governo federal.

Na região, possuem protocolos os municípios de Campo do Tenente, Contenda, Lapa, Mandirituba, Quitandinha, Rio Negro e Tijucas do Sul. Os projetos foram protocolados pela Cohapar com base na coleta de documentação feita pelas equipes das prefeituras e sindicatos junto às famílias rurais que podem ser beneficiadas pelo programa. O trabalho envolveu ainda as equipes regionais da Secretaria de Estado da Agricultura e Abastecimento e a Emater.

Segundo o gerente executivo de Agricultura e Meio Ambiente de Quitandinha, Sergio Tuchinski, o período curto para cadastramento foi a grande dificuldade dos municípios. “Aqui havia algumas famílias em lista de espera”, cita, explicando que o programa é para produtores rurais de baixa renda. Ele comenta ainda que essa coleta de documentação foi colocada como prioridade da secretaria municipal.

O valor por unidade é padrão, com subsídios de R$ 34.200 por família, sendo que a contrapartida corresponde a 4% do valor do imóvel, dividido em quatro parcelas anuais de R$ 342,00. Os projetos passarão agora por uma avaliação da Caixa em relação aos critérios. O Paraná ainda aguarda os resultados em relação à demanda nacional. A seleção dos projetos deve ocorrer nos próximos dias; depois serão mais 90 dias para contratação das unidades.

Já beneficiado – Programas como este já beneficiaram muitas famílias na região. É o caso do produtor rural Henrique Ryba, de Agudos do Sul. Ele foi contemplado há cerca de dois anos e comenta que o programa foi fundamental para que pudesse construir uma nova moradia. “Estamos muito contentes, morando em uma casa nova e melhor”, salienta Ryba.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email