quarta-feira, 17
 de 
agosto
 de 
2022

Região contratou mais do que demitiu em 2011

Empregos na Região/Foto:ArquivoA maior parte dos municípios da região suleste paranaense terminou o ano passado com saldo positivo na geração de empregos. Apenas três cidades tiveram mais desligamentos do que contratações – Campo do Tenente, Contenda e Rio Negro. Os dados são do Ministério do Trabalho e Emprego – MTE.

Segundo Luciane Zielinski, da Agência do Trabalhador de Campo do Tenente, no caso de empregos intermediados pelo órgão sempre há colocações, apesar de haver empresas muito exigentes nos requisitos. “Inclusive atualmente dispomos de vagas em empresas daqui e também de fora”, ressalta.

Os números mais surpreendentes são de Rio Negro, que ficou entre as piores posições do estado, com um balanço de 702 postos de trabalho perdidos em 2011. Por outro lado, Fazenda Rio Grande teve o seu melhor desempenho dos últimos dez anos, com a geração de 951 vagas.

Agudos do Sul, que terminou o ano com um saldo de 48 vagas criadas, vem, apesar do pequeno número, mantendo uma regularidade positiva desde 2007. O mesmo acontece com Quitandinha, que tem registrado mais contratações do que demissões nos últimos nove anos; em 2011 o balanço foi de 68. Tijucas do Sul, no ano passado com 127 empregos a mais, mantém saldos positivos desde 2008.

Considerando-se os números de todos os dez municípios – Agudos do Sul, Campo do Tenente, Contenda, Fazenda Rio Grande, Lapa, Mandirituba, Piên, Quitandinha, Rio Negro e Tijucas do Sul, a região teve em 2011 um saldo positivo de 517 na geração de vagas. Porém, o desempenho foi bem menor do que o registrado em 2010, quando o balanço foi positivamente de 2.588.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email