domingo, 21
 de 
julho
 de 
2024

Realizado no último sábado primeiro mutirão de castração de cães e gatos no Castramóvel de Agudos

Castração de animais foi realizada no último sábado no Castramóvel. Foto: DivulgaçãoO Castramóvel de Agudos do Sul iniciou suas atividades oficialmente no último sábado. Neste dia, foi realizado o primeiro mutirão de castração de cães e gatos do Projeto 4 Patas. Durante a ação, que aconteceu na Praça 8 de Dezembro, no centro da cidade, foram castrados 26 animais, entre gatos e cachorros, machos e fêmeas.

O projeto, que consiste em uma unidade móvel de castração, é desenvolvido pela prefeitura, por meio das secretarias municipais de Saúde e de Agricultura e Meio Ambiente de Agudos, e os procedimentos são realizados pela Clinicão, empresa vencedora da licitação para os serviços. Segundo a secretária de Saúde, Katya Carvalho, além da castração, eles foram microchipados e receberam toda a medicação para o pós-operatório.

Foram repassadas também todas as orientações para os cuidados necessários nos primeiros dias após o procedimento. “São necessários pelo menos 15 dias de cuidados com os animais”, explica Katya. O pós-operatório conta também com apoio de veterinária da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente.

Nesta primeira etapa foram castrados cães e gatos pertencentes a famílias em situação de vulnerabilidade social e também alguns animais de rua, que estão sob guarda de cuidadores que se disponibilizaram para oferecer lar solidário a eles. “Agradecemos a estas pessoas e a todos que colaboraram para que o projeto se tornasse realidade”, destaca Katya.

Com o lema “Para que somar cachorros nas ruas se podemos dividir em lares solidários”, a ação terá suas próximas etapas realizadas nos dias 7 e 14 de novembro, também na praça, com a estimativa de castração de 40 animais em cada dia. Segundo a secretária, a intenção, posteriormente, levar o projeto para as comunidades do interior.

As famílias interessadas podem se cadastrar no aplicativo Agudos de Portas Abertas ou na Secretaria Municipal de Agricultura e Meio Ambiente. O projeto também necessita de voluntários para lar temporário e os interessados podem entrar em contato pelo telefone 3624 1476.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email