sábado, 18
 de 
setembro
 de 
2021

Ratinho Junior se reúne com bancada paranaense para discutir emendas

Governador e secretários debateram com a bancada federal paranaense as prioridades e investimentos para o Estado. Foto: José Fernando Ogura/AENO governador Carlos Massa Ratinho Junior, acompanhado por secretários estaduais, esteve reunido virtualmente, na última segunda-feira, com os deputados federais para discutir projetos de interesse do Paraná e estreitar o diálogo sobre a vinculação das emendas parlamentares do orçamento de 2021 a programas e obras prioritárias ao Estado. Na ocasião, uma das prioridades apresentadas foi a necessidade de alocar recursos em projetos que fomentem a geração de empregos e o comércio local, além de alternativas de investimentos na área social para solucionar gargalos habitacionais e fortalecer as redes de saúde e educação, e de recursos para apoio ao agronegócio.

O encontro antecede as discussões setoriais que acontecerão nos próximos dias, quando os representantes do Estado e o chefe do Escritório de Representação em Brasília, Rubens Bueno II, apresentarão o portfólio de projetos planejados em todas as áreas. A conversa preliminar objetivou discutir a utilização dos recursos dentro do planejamento logístico e estratégico do Estado, e propor que os investimentos estejam alinhados com o plano de retomada da economia depois da pandemia do novo coronavírus.

Ratinho Junior destacou que a reunião buscou ampliar a parceria estabelecida desde 2019 com o governo federal e os representantes do Estado em Brasília para a realização de projetos estratégicos para o Paraná em áreas como infraestrutura, desenvolvimento social, agricultura, educação, segurança pública, saúde e ensino superior, pontuando ainda que o governo estadual pretende manter a concessão de contrapartidas financeiras às emendas defendidas pela bancada federal, a exemplo do que foi realizado em 2019/2020 para transporte escolar e aquisição de maquinário agrícola. “A bancada tem sido grande parceira do Paraná em todas as áreas. Estamos trabalhando juntos para consolidar aquilo que é bom para o Estado”, ressaltou o gestor. “Essa foi uma oportunidade de discutir o Orçamento, de entender as prioridades da bancada e fazer sugestões para ver onde é mais estratégico liberar os recursos”, afirmou.

Segundo o governador, o ano de 2021 trará grandes desafios para os gestores públicos, mas o governo paranaense quer fortalecer a parceria com os parlamentares. “Para o ano que vem teremos limitações financeiras em função da crise, mas a ideia é construir contrapartidas com a bancada para ampliar os recursos destinados nas emendas”, disse.

O secretário do Planejamento e Projetos Estruturantes, Valdemar Bernardo Jorge, acrescentou que aos investimentos conquistados pela bancada federal se somarão recursos estratégicos do próprio Estado dentro do objetivo de transformar o Paraná num hub logístico. Ele citou os financiamentos para obras públicas nas rodovias estaduais, o projeto de revitalização do Litoral, aportes em infraestrutura urbana e nos portos e investimentos estratégicos da Sanepar e da Copel. Esse pacote, destacou o secretário, ajudará o Paraná a atrair investidores e facilitará a integração das cadeias comerciais.

Lista estadual – Compõem a lista de projetos a manutenção das políticas de aquisições de equipamentos e viaturas para segurança pública, transporte escolar e agronegócio, além de prioridades específicas, como custeio para as Unidades de Terapia Intensiva (UTIs) disponibilizadas para enfrentamento da Covid-19; contratação de estudos para obras na infraestrutura na costa Oeste e no Litoral; investimentos em pesquisa e sanidade agropecuária; e apoio para aumentar a integração entre universidades estaduais e empresas, com implementações de parcerias com grandes e pequenas indústrias, e microempreendedores individuais. O governo e os parlamentares debateram, ainda, o apoio conjunto para reformas estruturais das escolas estaduais que farão parte do programa de colégios cívico-militares e a construção de novos condomínios dos idosos. Também estiveram na pauta a compra de viaturas e de armamento para as polícias, o reforço na aquisição de ônibus escolares para aposentar veículos com quase vinte anos de uso e cinco grandes projetos de infraestrutura; e dois Estudos de Viabilidade Técnica, Econômica e Ambiental (EVTEA). Para 2021 serão destinados ao Estado, pelo menos, R$ 265 milhões em recursos da bancada paranaense, além de cerca de R$ 16 milhões de emendas individuais, segundo o deputado federal Toninho Wandscheer, líder da bancada paranaense. Os recursos se somam a investimentos que estão em andamento, fruto de liberações passadas, como os R$ 73 milhões em ônibus do transporte escolar e os R$ 79 milhões para maquinário agrícola, além de R$ 24 milhões para consórcios de Saúde. “Queremos avaliar e ver as necessidades mais importantes do governo do Estado. O orçamento do ano que vem é bastante limitado, mas sempre faremos o que é mais importante para o Paraná. Vamos nos reunir e avaliar esses pedidos democraticamente”, afirmou Wandscheer.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email