sábado, 25
 de 
maio
 de 
2024

Ratinho Junior anuncia medidas para auxiliar municípios e empresas atingidos pelas chuvas

Governador está em contato constante com as equipes da Defesa Civil diante dos estragos causados pelas chuvas em municípios do Estado. Foto: Geraldo Bubniak/AEN
Governador está em contato constante com as equipes da Defesa Civil diante dos estragos causados pelas chuvas no Estado. Foto: Geraldo Bubniak/AEN
Cidades que decretaram situação de emergência terão moratória nos financiamentos com o Estado para poderem organizar os caixas para a recuperação da infraestrutura urbana e rural. Linha de crédito emergencial Paraná Recupera estará à disposição de empresas dos municípios atingidos

Em decorrência dos transtornos e prejuízos causados pelas chuvas nos últimos dias, o governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou nesta segunda-feira (09) que os municípios afetados na infraestrutura urbana e rural terão acesso à linha de crédito emergencial Paraná Recupera, criada pela Fomento Paraná, para ajudar na recuperação dos estragos.

Cidades que já possuem contratos de financiamento em andamento com a instituição financeira estadual também poderão solicitar uma moratória de até 12 meses nos pagamentos do valor principal financiado, devendo pagar apenas encargos nesse período. Em ambas as situações, é necessário que o município decrete o estado de emergência e que o decreto municipal seja homologado pelo Governo do Estado e a partir da data de homologação da situação de emergência o município terá até 45 dias para solicitar a moratória diretamente à Fomento Paraná e até 180 dias para solicitar o crédito novo junto à Secretaria das Cidades, pelo Sistema de Financiamento aos Municípios (SFM).

Na oportunidade, Ratinho Junior destacou a preocupação do governo em atender as necessidades das cidades afetadas. “A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros estão ajudando todos os municípios atingidos. Esse trabalho de antecipação ajudou muitas famílias a se programarem. Também já mandamos telhas, lonas, produtos de limpeza e kits de higiene para auxiliar esses municípios. Ainda temos chuvas previstas, estamos atentos e vamos continuar auxiliando todos os nossos cidadãos”, afirmou.

Para as empresas atingidas por temporais, alagamentos, granizo e outros eventos que provocam prejuízos ou interrompem atividades empresariais, a linha de crédito emergencial Paraná Recupera também está à disposição. A instituição financeira já liberou mais de R$ 52 milhões em 1.227 operações desde o ano passado.

Os recursos disponíveis envolvem operações de microcrédito, até R$ 20 mil, com até 36 meses para pagar, ou valores até R$ 500 mil, da linha Fomento Giro Fácil, que permite parcelamentos de até 60 meses, os quais é possível obter um prazo de carência. Os empreendedores podem obter crédito para capital de giro com condições diferenciadas, pagando uma taxa de juros fixa de 7,17% ao ano.

O acesso ao crédito da linha Paraná Recupera pode ser solicitado por meio da rede de agentes de crédito ou correspondentes dos municípios listados pela Defesa Civil, que atuam na Sala do Empreendedor, Agência do Trabalhador, Associações Comerciais e outras estruturas municipais. O crédito também pode ser acessado por meio da plataforma online da Fomento, no portal www.fomento.pr.gov.br.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email