sexta-feira, 24
 de 
setembro
 de 
2021

Quitandinha recebe reforço na saúde com a chegada de médicas cubanas

Secretária e prefeita recepcionaram as novas médicas contratadas através do programa federal. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de QuitandinhaA atenção básica é uma parte fundamental para que os trabalhos na área da saúde aconteçam de forma eficiente e preventiva. Para reforçar este serviço e levar atendimentos a mais comunidades, a prefeitura de Quitandinha aderiu ao programa Mais Médicos e foi contemplada com a vinda de mais duas médicas.

As doutoras Yanis Leydis e Yesenia Bientz Jardines são médicas cubanas e que se inscreveram no programa do governo federal para o atendimento nas equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF). Uma das profissionais será destinada para reforçar os trabalhos no bairro da Campina, enquanto que a segunda profissional será responsável pelos serviços na comunidade rural de Água Clara.

Segundo a secretária municipal de Saúde, Caroline Przybylok, o reforço dessas equipes visa aproximar o atendimento e descentralizá-lo, desafogando a demanda da unidade central. “Em um momento tão delicado que estamos vivendo com a pandemia, ter este reforço é muito importante. O acesso aos serviços será mais próximo e, consequentemente, o acompanhamento dos pacientes será mais preciso e eficiente”, ressalta.

Para a prefeita Maria Julia Wojcik, a vinda de novos médicos otimiza e possibilita a expansão do atendimento. “A saúde é um setor prioritário e que precisa de investimentos constantes para avançar. Vamos intensificar os trabalhos nestas comunidades, como acontece no bairro da Campina, que tinha esta grande necessidade. Este reforço no efetivo de profissionais vai garantir conforto e comodidade à população”, destaca.

Mais Médicos – O Mais Médicos é um programa do governo federal que foi criado para aumentar a oferta de profissionais focados para a atenção básica em nível familiar. Segundo levantamento do Ministério da Saúde, este trabalho próximo das comunidades pode solucionar até 80% dos problemas de saúde da população, evitando que o sistema de saúde fique sobrecarregado. Desde a sua criação, o programa já atendeu mais de 70 milhões de brasileiros, principalmente, aqueles que vivem em periferias ou comunidades distantes dos grandes centros. Em Quitandinha, a prefeitura aderiu ao programa em 2013.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email