domingo, 21
 de 
julho
 de 
2024

Proporção de eleitores em relação à população é de 70% na região

Milhares de eleitores vão às urnas no próximo dia 7 para escolherem os novos representantes. Foto: Marcelo Camargo/Agência BrasilNos últimos quatro anos, desde as últimas eleições gerais, o número de eleitores na região cresceu em menor escala do que o de habitantes. Em uma análise dos números da estimativa populacional divulgada há algumas semanas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística e dos dados do número de eleitores da Justiça Eleitoral referentes a julho, a última atualização, a proporção de votantes em relação à população diminuiu.

Em 2014, o suleste paranaense, somados os dez municípios, tinha 198.474 eleitores e, atualmente, tem 203.143, o que representa um crescimento de 2,4% do eleitorado. Já a população, nestes quatro anos, cresceu de 275.549 para 290.224, ou seja, teve um crescimento maior, de 5,3%.

Com isso, a proporção de eleitores em relação à população, que era de 72% há quatro anos, é de 70% em 2018. Durante este período, muitos municípios da região passaram pelo processo de recadastramento biométrico do eleitorado, que está entre os fatores que contribuíram para esse crescimento menor do número de eleitores em relação ao de habitantes.

Segundo a chefe de cartório da 144ª Zona Eleitoral, de Fazenda Rio Grande, Samantha Balduino dos Santos Ferst, isso pode ser explicado pelo fato de eleitores que não fizeram a biometria. São pessoas que não compareceram para o procedimento de revisão biométrica ou que não comprovaram residência.

Na região, o município com maior percentual de eleitores na comparação com sua população é Agudos do Sul, com 74%. Por outro lado, em Contenda, apenas 66% de seus moradores são votantes.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp
Email