sábado, 25
 de 
maio
 de 
2024

Programa Pré-Aprendizagem forma 40 jovens em Pinhais

Jovens participaram da formatura do projeto Pré-Aprendizagem. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Pinhais
Jovens participaram da formatura do projeto Pré-Aprendizagem. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Pinhais
Com idades entre 14 e 18 anos, adolescentes foram encaminhados pelos Cras e Creas para a formação remunerada e agora serão jovens aprendizes no serviço público municipal

A prefeitura de Pinhais, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), realizou, na última semana, a formatura de 40 jovens inscritos no programa Pré-Aprendizagem. Encaminhados pelos Cras e Creas do município, os participantes passaram pelo processo de formação promovido pela prefeitura em parceria com o Centro de Integração Empresa-Escola do Paraná (Ciee-PR), recebendo, cada um, uma bolsa de R$ 600.

Com a formação, os contemplados passam a integrar a terceira turma do programa Jovem Aprendiz, contratados para exercerem atividades remuneradas no serviço público municipal pelo período de 18 meses.

De acordo com a prefeita Rosa Maria a medida, pioneira no Paraná, tem recebido grande adesão da comunidade, que responde positivamente ao investimento do executivo. “Nós queremos que esses meninos e meninas não só estejam trabalhando, mas que, ao saírem do programa, já saibam qual faculdade vão fazer, qual curso superior vão fazer. Esse é o retorno que o poder público pode ter, quando investe em qualificação, na juventude. Saímos de 25 em 2019 para 40 jovens hoje, quase o dobro. Essa é uma escolha do orçamento público, de investir na juventude. Uma cidade que quer crescer e se desenvolver, precisa investir nas pessoas”, declarou.

Para Eduardo Gomes Félix, de 16 anos, um dos jovens selecionados para a nova turma de aprendizes, a expectativa agora é o primeiro dia de atividade na Unidade de Saúde Vila Amélia: “Eu espero evoluir profissionalmente. Vai ser muito importante porque vou administrar meu dinheiro e ajudar em casa”, projeta. “Eu gostaria de ingressar no Exército ou fazer faculdade de TI (Tecnologia da Informação), na área de computação”, apontou.

Também por intermédio do Cras, a Iris Fernanda Pellegrini, de 15 anos, mãe de uma bebê de apenas oito meses, entrou no programa de Pré-Aprendizagem para buscar conhecimento na área de marketing e computação, contando com todo o suporte das equipes para seguir seus objetivos. “Foi incrível fazer parte da turma e poder conhecer novas pessoas. Não foi fácil fazer o curso com a minha bebê, foi um desafio muito grande, mas não deixei de acreditar em nenhum momento, todos me apoiaram no que eu precisei”, contou.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email