terça-feira, 22
 de 
junho
 de 
2021

Presos do regime semiaberto da Lapa produzem máscaras caseiras

Presos estão produzindo centenas de máscaras diariamente enquanto cumprem pena. Foto: Divulgação/Prefeitura da LapaDetentos do regime semiaberto do município da Lapa estão atuando na confecção de máscaras caseiras. A iniciativa é da Coordenação Regional de Ponta Grossa do Departamento Penitenciário, unidade a qual o sistema da Lapa é vinculado, do Conselho da Comunidade da Comarca da Lapa, com apoio da prefeitura e do Hospital Regional São Sebastião.

São produzidas diariamente cerca de 300 máscaras, nos tamanhos adulto e infantil, que são doadas para instituições e para a Coordenadoria das Políticas de Assistência Social da prefeitura, que reverte a doação às famílias carentes. A matéria prima e o empréstimo das máquinas de costura foram oferecidos pelos entes e empregada mão de obra dos presos que estão em regime de progressão de pena.

O diretor da Unidade de Progressão de Ponta Grossa, Bruno Propst, explicou a dinâmica dos trabalhos. “A proposta de produzir máscaras utilizando a mão de obra carcerária é uma reconfiguração do Semiaberto, para que ele se torne útil para a população. Procuramos implementar o trabalho para os presos, para que eles possam ser reinseridos socioeconomicamente, produzindo benefícios para a sociedade local”, detalhou.

Os apenados do semiaberto participam de uma série de atividades de ressocialização, como prestação de serviços para órgãos públicos, empresas credenciadas ou na própria unidade, como nos cuidados com a horta comunitária, viabilizada a partir de doação de mudas pelo Sindicato Rural da Lapa.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email