sábado, 25
 de 
maio
 de 
2024

Prefeitura de Piên debate sobre o piso do magistério em reunião com professores

Prefeito, secretários e professores estiveram reunidos nesta semana. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Piên
Professores estiveram em reunião com o prefeito e secretários na última segunda-feira. Classe apresentou reivindicações. Prefeitura reforçou compromisso com a educação

O prefeito de Piên, Maicon Grosskopf, e secretários municipais receberam na última segunda-feira os professores da rede municipal de ensino. Na pauta da reunião estiveram o piso do magistério e a reivindicação da classe por um aumento salarial. Foram debatidos no encontro a situação orçamentária da prefeitura e os impactos que cada medida pode causar. Neste ano, segundo a prefeitura, a municipalidade já promoveu a reposição salarial de 15% a todos os servidores e aumentou o vale-alimentação de R$ 8,00 para R$ 14,00 por dia trabalhado.

O executivo informou que anteriormente a reunião, a prefeitura contratou uma empresa especializada e formou uma comissão, que também conta com professores, para debater sobre a carreira do magistério e um novo aumento salarial, sendo que este estudo ainda está em andamento. Uma das constatações iniciais foi que dos 170 educadores, 34 deles estão recebendo abaixo do piso nacional. Em virtude disso, a prefeitura apresentou a câmara de vereadores um projeto de lei para a adequação. “São valores complementares que variam de R$ 8,42 a R$ 147,85. A maioria desses são professores em início de carreira, contratados de forma temporária”, explica a secretária municipal de Educação, Clarice Fragoso.

Mesmo encaminhando este projeto ao legislativo, a prefeitura reforça que isso não irá impactar em perda de direitos ou mesmo limitar aumentos futuros, o que somente será decidido após estudo da comissão. “Acredito que necessitamos, primeiramente, garantir que a base do piso, que é de R$ 1.922,81 para 20 horas e de R$ 3.845,63 para 40 horas, contemple todos os professores. Temos um dos melhores planos de carreira da região, tendo por exemplo, todos os direitos adquiridos incluídos na aposentadoria”, salienta Clarice. A prefeitura aponta ainda que o levantamento também apurou que em Piên a média salarial de professores com carga horária de 40 horas é superior à de R$ 6.000,00, valor acima inclusive ao que o Estado paga. Neste ano ainda, haverá o avanço de 4% a classe.

O prefeito Maicon Grosskopf reforçou o compromisso com a educação. “Adquirimos novo uniforme escolar, distribuímos kits a todos os alunos, reforçamos as capacitações para toda equipe, fizemos reposições salariais e aumentamos o vale-alimentação, além de adquirir novos ônibus e de estar reformando todas as instituições de ensino, as quais apresentavam gravíssimos problemas estruturais. Tudo isso é uma demonstração clara de valorização, respeito e atenção que temos pela educação”, ressalta.

Sobre um novo aumento, o prefeito reforça que disponibilizou toda a equipe contábil e jurídica da prefeitura para que, em conjunto com a comissão dos professores, analise o cenário. “Respeito muito cada professor, que tem uma função nobre e essencial para a sociedade. Por isso, fiz questão de receber todos eles e explanar sobre as condições que temos. Por ser uma classe grande, hoje responde por 31% de toda a folha, sem contar os demais servidores do setor. Como prefeito, preciso manter as contas equilibradas e o município hábil para receber recursos. O que não farei, em hipótese alguma, é sacrificar todo o funcionalismo e a saúde financeira da prefeitura, além de comprometer futuramente o instituto de previdência dos servidores”, destaca. A comissão continuará dando sequência ao tema.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email