segunda-feira, 26
 de 
julho
 de 
2021

Poucos municípios têm bom índice de transparência sobre vacinação

ITP relativo à imunização contra a Covid-19 foi feito pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná

Um levantamento feito pelo Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) em relação à transparência sobre a imunização da população contra o novo coronavírus mostra que grande parte das prefeituras do suleste paranaense ainda tem muito a avançar no tema. Trata-se do Índice de Transparência da Administração Pública (ITP) relativo à vacinação contra a Covid-19.

A nota média entre as prefeituras no estado foi de 54,24% e, na região, apenas quatro municípios tiveram índice acima disso. O melhor desempenho no suleste foi de Quitandinha, com 90%. A secretária municipal de Saúde, Danielli Teixeira da Cruz, explica que a Vigilância em Saúde respondeu as perguntas do TCE de forma verdadeira. “Atendemos 90% dos critérios. Olhando depois, vimos que só não atingimos 100% por coisas mínimas”, conta.

Segundo a secretária, foi um resultado muito bom para Quitandinha e gratificante. “A vacinação vem sendo de grande importância no mundo todo e estamos trabalhando para sermos bem transparentes”, avalia.

As demais cidades que superaram a média foram Campo do Tenente com 75%, Mandirituba com 70% e Rio Negro com 55%. O município da região com menor nota no ITP Vacinação foi Lapa, com 15%.

O levantamento foi realizado com base no envio, aos municípios, de um formulário online com 11 questões relativas ao assunto, cujas respostas foram posteriormente validadas por analistas do órgão de controle. Conforme apontado no relatório final da pesquisa, a média do atendimento aos critérios do questionário ficou em 54,2%, com 214 prefeituras atingindo notas superiores a este percentual.

Destas, 120 superaram o índice de 80%; 84, o de 90%; e 36 cumpriram integralmente todos os itens do levantamento, situação que também foi verificada no governo estadual, o qual foi avaliado por meio de uma ação específica da Terceira Inspetoria de Controle Externo (3ª ICE) do Tribunal. O TCE-PR está cobrando dos gestores municipais medidas para melhorar a disponibilização desses dados sobre o processo de imunização da população.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email