terça-feira, 26
 de 
outubro
 de 
2021

Politicando 20/01/2017

Municípios I

No início desse mês, o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) apresentou um estudo técnico sugerindo que os municípios com menos de cinco mil habitantes fossem extintos e posteriormente unificados. No Paraná, há 96 municípios com população inferior a cinco mil habitantes – 24% do total, de 399. O estudo do TCE conclui também que os municípios paranaenses na faixa entre 50 mil e 250 mil habitantes são os que apresentam os melhores índices de desenvolvimento e de qualidade de vida da sua população. Já as cidades com população inferior têm dificuldade de manutenção e atendimento as demandas da população.

Municípios II

A sugestão do TCE-PR repercutiu no meio político em todo o estado. O senador Álvaro Dias (PV), por exemplo, se posicionou contrário à sugestão. O primeiro passo seria uma consulta pública com a população, depois a proposta deveria ser votada e aprovada pela câmara de vereadores das referidas cidades. Ou seja, mesmo que o estudo tenha coerência e sua consolidação fosse benéfica para a população, é algo que dificilmente se concretize.

Mandirituba I

Prefeito de Mandirituba, Luís Antônio Biscaia, em visita ao Hospital do Rocio. Foto: Prefeitura de MandiritubaO prefeito de Mandirituba, Luís Antônio Biscaia (PSC), acompanhado da vice-prefeita Rosilene Vonsovicz (PSC) e da secretária de saúde, Giselle Leal, fez visita ao Hospital do Rocio, em Campo Largo. O estabelecimento é a principal referência no atendimento na região e atende inclusive inúmeros pacientes de Mandirituba através do convênio com a prefeitura. Luís Antônio disse que foi conhecer a estrutura do local e estreitar relações com o diretor geral do hospital, Luiz Ernesto Wendler.

Mandirituba II

O novo governo da prefeitura de Mandirituba informou que uma equipe nomeada pelo prefeito Luís Antônio está trabalhando num balanço da situação financeira do poder público local. Além de identificar o que existe de receita, despesas e contas em aberto, a tarefa é verificar quais dívidas são passíveis de renegociação e parcelamento.

Lapa

O prefeito da Lapa, Paulo Furiati (PMDB), está reduzindo o número de secretarias na prefeitura, de 9 para 7 pastas. Outra iniciativa neste início de gestão é a redução do número de cargos comissionados, de 89 para 76. Furiati, no entanto, anunciou que deverá ocupar apenas 34 cargos neste primeiro momento. Ele relatou que o gasto com pessoal na prefeitura está em 54,34% e o objetivo é reduzir esse custo para possibilitar melhorar o potencial de investimento em obras e serviços.

Agudos do Sul

A câmara de vereadores de Agudos do Sul terá uma renovação de 75% para a atual legislatura. É uma das casas que mais renovou em novos legisladores. Para este ano, uma mudança já foi anunciada pela atual direção da câmara, as reuniões ordinárias que eram realizadas às segundas-feiras 9 horas passarão para às 19 horas. O dia da semana segue o mesmo.

Quitandinha

A prefeita de Quitandinha, Maria Julia (PSDB), recebeu diversos comerciantes e empresários nesta semana no gabinete da prefeitura. Ela afirmou que uma das propostas da sua gestão é apoiar o comércio e o empreendedorismo na cidade. “Vamos incentivar que todas as empresas participem dos processos licitatórios da prefeitura, isso é importante para ambos os lados”, comentou. Maria Julia destacou ainda a importância das empresas procurarem a prefeitura para se cadastrarem e habilitarem as concorrências públicas.

Assomec

Bastante ativa nos anos de 2013 e 2014, quando era presidida pelo prefeito de Pinhais, Luizão Goulart (PT), a Associação dos Municípios da Região Metropolitana de Curitiba (Assomec), simplesmente desapareceu do mapa político nos últimos dois anos. O atual presidente da entidade é o prefeito de Contenda, Carlão Stabach (PMDB), que não conseguiu dar uma agenda proativa e positiva para a associação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email