sábado, 25
 de 
setembro
 de 
2021

Politicando 19/06/2020

Covid I

O Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR) criou uma comissão para fiscalizar os gastos das 399 prefeituras paranaenses em ações para o enfrentamento à pandemia da Covid-19, causada pelo novo coronavírus. O grupo multidisciplinar é formado por seis servidores, de três unidades: Coordenadoria-Geral de Fiscalização (CGF), Coordenadoria de Acompanhamento de Atos de Gestão (CAGE) e Coordenadoria de Auditorias (CAUD).

Covid II

A equipe foi designada pelo presidente, conselheiro Nestor Baptista, por meio da Portaria nº 314/20, publicada em 5 de junho, na edição nº 2.313 do Diário Eletrônico do TCE-PR. Coordenada pelo analista de controle Marcus Vinícius Machado, a fiscalização será executada na modalidade Acompanhamento, por meio da qual serão analisadas as compras e contratações municipais na área da saúde especificamente destinadas ao combate à pandemia. O prazo de conclusão do trabalho estipulado na portaria é o dia 18 de dezembro.

Lapa I

Em vídeo publicado no Facebook no fim de semana, a ex-prefeita da Lapa, Leila Klenk (PT), informou que definiu junto a sua família a desistência de participar da disputa eleitoral neste ano. Leila declarou que foi uma decisão muito difícil, já que há uma grande pressão popular pela sua candidatura, mas pesou no momento a necessidade de dedicação a outros projetos, especialmente ligados à família.

Empresário Fernando Lacerda. Foto: DivulgaçãoLapa II

Já o partido Republicanos, anunciou que vai lançar uma candidatura outsider e o nome escolhido é do empresário Fernando Lacerda. Segundo o advogado Maurício Scandelari, que preside o partido no município, na próxima segunda-feira haverá uma reunião com a direção estadual da sigla para formalizar a indicação de Fernando Lacerda.

Quitandinha

Durante entrevistas concedidas na semana passada, a prefeita de Quitandinha, Maria Julia (PSD), deixou claro que também não vai disputar a reeleição. Ou seja, vai concluir o mandato e dar uma pausa na política. Antes no entanto, informou que vai participar ativamente da campanha eleitoral para eleição do novo prefeito da cidade. Maria Julia deve apoiar o ex-prefeito Neco Prado (PDT).

Tijucas do Sul I

O prefeito de Tijucas do Sul, Cesar Matucheski (PSDB), relatou que a prefeitura vem fazendo um grande esforço para manter o equilíbrio financeiro e honrar seus compromissos. Com a iminente queda na arrecadação, a prefeitura estuda exonerar todos os cargos comissionados, exceto os secretários municipais, a partir do próximo mês. Mesmo com a flexibilização na lei para não ter obrigatoriedade temporária do pagamento de algumas dívidas, como financiamentos e a suspensão da contribuição previdenciária patronal, Matucheski destaca que esta medida será tomada somente em caso de necessidade extrema para não comprometer ainda mais as finanças futuras.

Tijucas do Sul II

Ainda segundo o prefeito, a candidatura à reeleição está totalmente descartada e a intenção é, tão logo sejam definidas as chapas, que os candidatos possam ir até a prefeitura para ter a total ciência da situação financeira do município e desde já debater medidas que podem ser adotadas. Matucheski também reforçou que não estará se envolvendo diretamente na disputa e irá focar os esforços em projetos que estão para ser iniciados no município. Está disposto a promover a melhor transição possível.

Auxílio Emergencial I

Até o último sábado, já haviam retornado ao cofre da União R$ 2.936.400,00 devolvidos por servidores públicos do Paraná que receberam indevidamente o auxílio emergencial criado pelo governo federal devido à pandemia da Covid-19. O ressarcimento foi efetuado por 2.659 pessoas. Os números representam 27,4% do valor e 17,1% do total de supostos beneficiados irregularmente pelo programa, destinado apenas aos cidadãos que ficaram sem renda devido à necessidade de isolamento social.

Auxílio Emergencial II

Levantamento realizado em parceria entre o Tribunal de Contas do Estado do Paraná (TCE-PR), a Superintendência Regional da Controladoria-Geral da União (CGU-PR) e a Controladoria-Geral do Estado (CGE-PR) apontou que um total de 15.522 servidores públicos ou pensionistas constam como beneficiários do auxílio emergencial no Paraná. Desse total, 10.835 trabalham em prefeituras e 4.687 em órgãos da administração estadual. O montante total recebido é de R$ 10.707.600,00.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email