quarta-feira, 28
 de 
julho
 de 
2021

Politicando 16/10/2020

Assembleia Legislativa do Paraná. Foto: Luciomar Castilho/AlepCalamidade Pública

A Assembleia Legislativa do Paraná aprovou nesta semana o projeto que declara o estado de calamidade pública para mais sete cidades do Paraná. Integram a lista as cidades de Céu Azul, Clevelândia, Honório Serpa, Marquinho, Mercedes, Porto Barreiro e São Tomé. Com isso, o Paraná tem 310 municípios em situação de emergência em virtude dos efeitos econômicos causados pela pandemia do coronavírus.

Contas dos prefeitos

Levantamento realizado pela Coordenadoria de Monitoramento e Execuções (CMEX) do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PR) revelou que a esmagadora maioria dos julgamentos de prestações de contas anuais de prefeitos feitos pelas câmaras municipais paranaenses seguem os pareceres prévios emitidos pelo TCE. No entanto, em 129 ocasiões, a desaprovação das contas pelos conselheiros foi rejeitada pelos parlamentares, que ficaram ao lado dos prefeitos.

Campo do Tenente

A disputa eleitoral em Campo do Tenente tem elevado os ânimos da classe política. Nesta semana, durante reunião na câmara de vereadores as discussões quase tomaram um rumo mais grave, sendo necessária a separação física de alguns vereadores. Outro fato que agitou a cidade foi a divulgação de pesquisas eleitorais. Os dois grupos registraram pesquisas no TRE, cada um mostra o resultado que lhe convém.

Lapa I

Apenas um momento chamou atenção no debate entre os candidatos a prefeito da Lapa. Foi quando o candidato Luiz Mazaneck (PSL) perguntou ao adversário Diego Ribas (PSD) sobre supostas irregularidades na área de saúde do município na gestão que apoia a candidatura de Ribas. Fora isso o debate ficou mais estilo filme da “Sessão da Tarde”. Destaque mesmo foi para a organização do evento.

Lapa II

Por falar na Lapa, ninguém arrisca mencionar sobre favoritismo na disputa pela prefeitura. Comenta-se que a eleição entre Josias Junior (PDT), Diego Ribas (PSD) e Luiz Mazaneck (PSL) será a mais acirrada dos últimos tempos no município. E, mantendo a já histórica tradição política local, até hoje não teve prefeito reeleito na cidade..

Primeira parcial

Está chegando o momento em que as coligações partidárias e os candidatos terão que apresentar a primeira parcial de gastos de campanha a Justiça Eleitoral. Neste ano a Justiça Eleitoral afirma que terá maior rigidez no controle e investigação sobre os dados apresentados e que realmente vem sendo praticado pelos respectivos atores.

Títulos transferidos

A Polícia Federal do Paraná tem promovido Operações que investigam fraude eleitoral relacionada a candidatos que estariam envolvidos com pedidos de transferência de domicílio irregulares de títulos de eleitores. Há também indícios de que multas de eleitores com situação irregular foram pagas pelos investigados. Nesta semana a operação se deu em Pinhais.

Fraudes

O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público do Paraná, cumpriu na manhã de ontem, 11 mandados de busca e apreensão em continuidade à Operação Networking, iniciada na quarta-feira (14), que investiga grupo criminoso responsável por fraudar procedimentos licitatórios em diversos municípios do estado. Os contratos investigados, voltados à contratação, pelas administrações municipais, de empresas para prestação de serviços de apoio técnico, fornecimento de softwares de gestão, portais da transparência e soluções tecnológicas de segurança de rede, somam mais de R$ 4 milhões.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email