terça-feira, 27
 de 
fevereiro
 de 
2024

PM promove ações de enfrentamento à violência contra a mulher

Quitandinha é uma das cidades que recebem as ações da Patrulha Maria da Penha de enfrentamento à violência doméstica. Foto: Divulgação/Soldado Maycon
Quitandinha é uma das cidades que recebem as ações da Patrulha Maria da Penha de enfrentamento à violência doméstica. Foto: Divulgação/Soldado Maycon
Até o dia 15 de setembro, equipes policiais estarão engajadas na Operação SHAMAR, com atividades preventivas e repressivas contra a violência doméstica e ao feminicidio. Região está recebendo palestras da Patrulha Maria da Penha

A Polícia Militar do Paraná está participando de uma ação coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) e com o apoio do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos (MMFDH) denominada Operação SHAMAR. A iniciativa ocorre em todo o país no período de 21 de agosto a 15 de setembro, com atividades preventivas e repressivas para o enfrentamento à violência doméstica e ao feminicidio.

Um dos objetivos da Operação está relacionada à interiorização da Patrulha Maria da Penha, deslocando policiais militares especializados no atendimento às mulheres vítimas de violência a municípios menores ou mais distantes das capitais, para reforço e atendimento mais qualificado as vítimas. Na região, as equipes policiais estão engajadas na iniciativa, promovendo palestras e fiscalização de medidas protetivas.

De acordo com os soldados Maycon e Cristina, da Patrulha Maria da Penha, pertencente ao 28º Batalhão de Polícia Militar (23º BPM), ao longo da semana, cidades da região recebem as ações alusivas à operação. “Nesta segunda-feira acontece a palestra no Cras de Quitandinha, seguindo na terça em Campo do Tenente, quarta e quinta-feira em Rio Negro e em Piên será nesta sexta-feira”, detalham.

As forças policiais reforçam que qualquer tipo de violência deve ser reportada aos órgãos competentes, utilizando o 190 para Polícia Militar, 193 Corpo de Bombeiros, 180 Central de Atendimento à Mulher, 181 Disque Denúncia, 136 Sistema Único de Saúde, 192 Samu e 197 Polícia Civil.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email