quarta-feira, 10
 de 
agosto
 de 
2022

Planta de Piên está catalogada no Museu Botânico de Curitiba

Planta de Piên no Jardim Botanico/Foto:ArquivoA cidade de Curitiba se destaca pelos seus inúmeros pontos turísticos e o principal deles é o Jardim Botânico. Lá também está instalado o Museu Botânico, que já é o quarto maior herbário do Brasil e o maior da flora paranaense. O museu é formado por uma coleção de 400 mil amostras de plantas, além de amostras de madeira e de frutos.
Fundado a partir de uma coleção particular do botânico curitibano Gertd Hatschbach, o museu reúne atualmente 95% das espécies ocorrentes no estado do Paraná. Muitas dessas espécies, inclusive, são raridades ou extintas na natureza.
Entre as milhares de espécies existentes no local, uma delas se destaca não apenas por estar catalogada, mas também por estar plantada e em franco desenvolvimento. Trata-se de uma planta oriunda de Piên e que foi catalogada por Gertd Hatschbach no ano de 1966. Devidamente registrada, a planta ganhou número de registro, nome e posteriormente foi plantada no Jardim Botânico.
Segundo os servidores do museu, a planta, chamada de Aloysia Hatschbach Moldenke, pode ser usada para chá em benefício do coração. Uma curiosidade é que o sobrenome é o mesmo do fundador do museu, já que ele mesmo foi quem encontrou e catalogou a planta pienense.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email