terça-feira, 27
 de 
fevereiro
 de 
2024

Pinga Pinga 28/10/2022

Pinga Pinga
Pinga Pinga

Em Agudos do Sul, uma campanha de arrecadação vem sendo feita em prol de tratamento de saúde de Eziquiel Alves. Os interessados em colaborar podem fazer doação por pix pela chave celular (41) 98865-8352.

Na última segunda-feira, o servidor João Edenizio de Camargo esteve na sessão para falar sobre esta iniciativa em prol de Eziquiel. Segundo ele, o tratamento, devido a uma bactéria nos pés, é bastante caro.

A Área de Vigilância em Saúde de Piên alerta a população para cuidados necessários com vasos e utensílios utilizados no Cemitério Municipal. Entre as maiores preocupações do município está com o mosquito transmissor da Dengue, o Aedes aegypti.

Segundo Gilmar Fabiano Nogueira, da Vigilância Sanitária, nas épocas chuvosas, os cuidados devem ser redobrados. “Reforçamos que nos dias de chuva, dependendo das estações, os cuidados devem ser tomados. Mas na verdade, precisamos ficar em alerta o ano inteiro”, explica.

Nos próximos dias, com a chegada do Dia de Finados, as famílias devem comparecer ao cemitério e levar novos vasos e flores para seus entes queridos. Diante disso, fica o alerta para quem for levar algum objeto que possa acumular água.

Nesta semana a prefeitura tem se dedicado a limpeza desses espaços, estacionamentos, para melhor atender a comunidade. Algumas melhorias estão sendo feitas, como a substituição de algumas tampas quebradas, no velário, entre outras.

Alunos de Piên estão participando das 12ª Olimpíada Escola de Piên (OLEP), que foi aberta oficialmente na última quarta-feira e tem término previsto para 5 de novembro, às 9 horas, com a entrega de medalhas.

Na oportunidade, são disputadas provas de corrida de 100 metros livre, 200 metros livre, corrida com barreira, corrida de revezamento, maratona de rua, futsal e xadrez. O evento envolve estudantes de toda a rede municipal de ensino.

Acontece neste sábado, das 8 às 13 horas, mais uma feira do produtor de Contenda. As atividades são realizadas na Praça da Independência e mais informações podem ser obtidas nos telefones (41) 3625-1212 ou 98403-7708.

Os Conselhos Municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente; Assistência Social; e dos Direitos do Idoso, convidam a população da Lapa para a audiência pública de prestação de contas dos respectivos fundos municipais, referentes aos meses de agosto, setembro e outubro, que será no dia 31 de outubro, às 9h30, no prédio anexo ao CREAS.

O Projeto Levanta Boi promove a apresentação do espetáculo Boi Bolé e oficinas para estudantes das escolas municipais de dez cidades do Paraná. O projeto conta com o patrocínio da Copel e apoio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura.

A cidade de Mandirituba recebeu o espetáculo na Escola Municipal Vitor Leal Claudino. O projeto está passando por escolas em Mandirituba, Lapa, Guaratuba, Matinhos, Pontal do Paraná, Campina Grande do Sul, Rio Branco do Sul, Itaperuçu, Campo Magro e Palmeira.

As atividades promovidas pela Parabolé Educação e Cultura – núcleo de criação e desenvolvimento em arte-educação – serão divididas entre oficinas e apresentação.

O CAPS Rio Negro realizará, no dia 8 de novembro, a 10ª Capacitação Multidisciplinar da Rede de Atenção da Saúde Mental com a temática “Adolescência e Saúde Mental”. O evento será das 8 às 17 horas, no Cine Teatro Antônio Cândido do Amaral (anexo a Prefeitura).

As vagas são limitadas. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas através do link disponível no site da prefeitura. O contato para mais informações é o (47) 3645-1065 (WhatsApp) ou rionegro.saude.caps@gmail.com.

O número de óbitos maternos teve uma redução de 82,5% no Paraná e a chamada Razão de Mortalidade Materna (RMM), comparação com o número de nascidos vivos, também registrou queda, de 73%.

As informações foram destaque durante a apresentação do Relatório Detalhado do Quadrimestre Anterior (RDQA) da Secretaria de Estado da Saúde, na última quarta-feira, na Comissão de Saúde Pública da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Dados parciais do Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM) e Nascidos Vivos (Sinasc) indicam que até setembro deste ano foram registrados 31 óbitos maternos, contra 178 ao longo de todo o ano de 2021.

Já a RMM é calculada pelo número de mortes, dividido pelo número de nascidos vivos e multiplicado por 100 mil. No último ano (janeiro a dezembro) a índice fechou em 125,7, grande parte motivada pela fase mais crítica da pandemia da Covid-19. Em 2022, a RMM, até setembro, é de 33,2. Os dados são considerados parciais e sujeitos a alterações.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email