terça-feira, 15
 de 
junho
 de 
2021

Pinga Pinga 25/09/2020

Dois acidentes foram atendidos pelo Corpo de Bombeiros de Piên na última sexta-feira. Ambos foram colisões entre automóvel e moto e os motociclistas foram encaminhados para atendimento no hospital local.

O primeiro foi por volta de 11 horas, na PR 281, em frente a Churrascaria Piucha. O condutor da moto, um rapaz de 31 anos, apresentava ferimentos leves. Segundo os bombeiros, ele teve escoriações nas duas pernas.

O outro acidente, também entre carro e moto, ocorreu às 20h45, na Avenida Paraná, em Trigolândia. O motociclista, um homem de 40 anos, teve escoriações leves nas pernas e braços. No sábado, por volta das 22 horas, bombeiros e policiais militares se deslocaram para Trigolândia, onde, na Avenida Paraná, atenderam outra ocorrência.

No local houve uma tentativa de homicídio, com ferimento por arma branca. Um rapaz de 21 anos estava com ferimentos cortantes em ambos os braços, tendo ainda escoriações na face, dorso e crânio. Ele foi encaminhado ao hospital de Piên.

BPTran distribuiu antenas corta fio durante blitz educativa em Curitiba. Foto: Soldado Adilson Voinaski AfonsoO Batalhão de Polícia de Trânsito de Curitiba entregou na última terça-feira, 80 antenas corta-fio a motociclistas para auxiliar na prevenção de acidentes com linha de cerol. A blitz educativa aconteceu na entrada do estacionamento do Jardim Botânico.

Balanço do BPTran, aponta que de janeiro a agosto deste ano houve 1.559 acidentes na Capital envolvendo motociclistas, contra 1.856 no mesmo período do ano passado, uma redução de 16%. Nesses oito meses, 1.337 pessoas ficaram feridas e 13 morreram no local.

O castramóvel de Fazenda Rio Grande já realizou 332 procedimentos em cachorros e gatos até o momento. Destinado principalmente para ONG’s, cuidadores e famílias registradas no Cadastro Único, o espaço está realizando os atendimentos há pouco mais de um mês.

O objetivo é fazer a esterilização de 960 animais até o final do ano. De acordo com um dos responsáveis, Pedro Jomeke, muitas pessoas já se inscreveram para realizar a castração em seus animais. “A procura é gigante”, descreveu.

O município tem mais de 60 mil animais, esse é um trabalho que deve ser realizado aos poucos. Os atendimentos são feitos mediante horário agendado. Os interessados fazem um protocolo geral na prefeitura ou site, depois aguardam ligação e devem ir até o castramóvel no dia e horário marcado, com seu cão ou gato em jejum de 8h.

Entre os benefícios da castração, estão o controle e diminuição de cães e gatos nas ruas; a diminuição das fugas de animais; a menor propensão a doenças como sarna, raiva, leishmaniose e TVT; no caso de fêmeas, a castração evita o tumor de mama e infecções uterinas.

Após a esterilização, os animais devem passar por cuidados pós-cirúrgicos, por isso a importância da guarda responsável. Alguns dos animais de rua do município já foram atendidos, mas com todos os cuidados sendo feitos por cuidadores e ONG’s que se responsabilizaram.

A 14ª entrega de kits de merenda às famílias de alunos beneficiários do Bolsa Família acontece hoje. São 231 mil estudantes de 2.143 escolas estaduais que estão recebendo regularmente os alimentos desde o início da ação, em março deste ano, por conta da suspensão das aulas presenciais.

As entregas alternam a distribuição entre produtos secos, como alimentos não perecíveis, e da agricultura familiar, que consistem em vegetais, verduras, legumes e ovos. Os kits de merenda são enviados para as escolas por meio do Instituto Fundepar.

O Paraná vai ampliar a rede de Centros de Apoio de Fauna Silvestre (Cafs). As novas estruturas foram discutidas pelo Instituto Água e Terra (IAT), vinculado à Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo

Os Cafs, assim como os Centros de Triagem de Animais Silvestres (Cetas), são unidades parceiras planejadas e distribuídas estrategicamente no/ Estado, para o tratamento da fauna silvestre vitimada pelo comércio ilegal, tráfico, cativeiro irregular e de maus-tratos.

O governo do Paraná está discutindo um plano-piloto para a retomada das aulas na rede pública de ensino do estado, ainda sem data para aplicação. Caso aprovado, modelo deve ser testado em uma das regiões com índices epidemiológicos mais baixos em relação à Covid-19, como Guarapuava, Irati ou União da Vitória.

O Paraná é o segundo estado com o menor número de casos e óbitos de Covid-19 ficando atrás apenas de Minas Gerais. A taxa de incidência da doença na população paranaense foi de 1.477,4 casos por 100 mil habitantes, com 37,1 mortes a cada 100 mil, mostram os dados mais recentes do Painel Corona vírus do Ministério da Saúde.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email