segunda-feira, 26
 de 
fevereiro
 de 
2024

Paraná lidera ranking nacional de serviços urbanos e qualidade de vida

Paraná lidera ranking nacional de serviços urbanos e qualidade de vida. Na foto, Curitiba. Foto: José Fernando Ogura/Arquivo AEN
Estudo elaborado pela plataforma tecnológica Bright Cities levou em conta a média de avaliação de 40 indicadores do IBGE em relação às três maiores cidades de cada estado. Foi atribuída ao Paraná a nota 6,48 em uma avaliação que varia entre 4,5 e 6,49.

Um estudo realizado pela plataforma de tecnologia Bright Cities apontou o Paraná como o líder entre os estados brasileiros em serviços urbanos e qualidade de vida. A avaliação foi feita com base em 40 indicadores das 326 cidades brasileiras que possuíam mais de 100 mil habitantes em 2021, a partir de dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Entre os critérios avaliados, estão itens ligados à gestão pública, bem-estar, serviços básicos, prosperidade, segurança e infraestrutura. Ao tomar conhecimento da conquista, o governador Carlos Massa Ratinho Junior comemorou o resultado, o qual segundo ele é consequência de uma soma de fatores. Entre os principais, ele destacou o ambiente de paz política, o que permite um trabalho integrado entre o Estado, os municípios, a iniciativa privada e a sociedade civil.

“Desde que assumimos o Governo do Estado, em 2019, adotamos uma gestão que tem como foco a melhoria da qualidade de vida da população. Isso passa pelo grande pacote de obras e programas sociais implantados, mas também pela atração de investimentos privados para as cidades paranaenses, o que só é possível graças a um ambiente favorável para os negócios, que gera mais empregos e renda”, afirmou Ratinho Junior.

Com mais esse reconhecimento, que se soma a outros recentes, como a liderança nacional entre os estados mais sustentáveis e a conquista do 1º lugar no ranking do Índice Nacional da Educação Básica (IDEB) no ensino médio, o governador reforça que o Paraná e as cidades paranaenses têm potencial para avançar ainda mais no desenvolvimento socioeconômico.

“Com um planejamento de longo prazo, que não se restringe apenas à nossa gestão, queremos deixar um legado para as próximas décadas do Estado. A união entre o governo e os empresários pode fazer com que o Paraná vire a grande central logística da América do Sul e que passe de grande produtor de alimentos para o grande supermercado do mundo por meio da agroindústria, agregando valor à nossa produção, o que beneficia toda a cadeia produtiva”, concluiu Ratinho Junior.

RANKING – Por meio do diagnóstico municipal, a Bright Cities elaborou o ranking de Estados, que levou em conta a média da pontuação dos três municípios mais populosos de cada estado. Dentro deste critério, o Paraná foi representado por Curitiba, Londrina e Maringá.

A partir dessa metodologia, a plataforma atribuiu ao Paraná nota 6,48 em uma avaliação que varia entre 4,5 e 6,49. Depois do Estado, quem aparece em segundo lugar é São Paulo, com nota 6,31, seguido por Santa Catarina (6,22), Distrito Federal (6,08) e Minas Gerais (6).

No ranking por município, liderado por Barueri, em São Paulo, a mais bem classificada entre as cidades paranaenses foi Londrina, na 9ᵃ colocação. Curitiba aparece na 13ᵃ posição e Maringá na 26ᵃ. Entre as cidades da região Sul, elas ocupam respectivamente o 2º, 3º e 4º lugar, com Florianópolis (SC) no topo da classificação.

A proposta, de acordo com a CEO da Bright Cities, Raquel Cardamone, foi traçar diagnósticos e indicar soluções capazes de melhorar a eficiência da gestão pública e a assertividade na tomada de decisões, para a transformação das localidades em cidades inteligentes.

Na concepção da empresa, cidades inteligentes são aquelas que buscam aumentar a qualidade de vida de seus cidadãos usando da tecnologia e da inovação para tornar a gestão pública mais eficiente. Nelas, a sustentabilidade é um importante objetivo, em todas as esferas, seja na utilização dos recursos humanos, ambientais ou financeiros.

Neste aspecto, o Paraná também recebeu um importante destaque recente, com Curitiba sendo eleita em junho uma das sete cidades mais inteligentes do mundo pela Intelligent Community Forum. A Capital paranaense foi a única da América Latina a figurar na lista, obtendo a conquista pelo terceiro ano consecutivo.

Fonte: AEN/PR

Maringá, 07 de novembro de 2022 – Imagem de drone da região central de Maringá com vista da catedral. Foto: Roberto Dziura Jr./AEN



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email