sexta-feira, 23
 de 
fevereiro
 de 
2024

Outubro Rosa evidencia cuidados e atenção com a saúde da mulher

Cavalgada em alusão ao Outubro Rosa reuniu mulheres em Quitandinha. Foto: Divulgação
Cavalgada em alusão ao Outubro Rosa reuniu mulheres em Quitandinha. Foto: Divulgação
Desde o início do mês, órgãos de saúde vêm promovendo atividades voltadas ao público feminino evidenciando a cor rosa. Na região, mutirões de atendimento e exames para as mulheres são realizados nas unidades de saúde

Com uma série de ações em andamento, a campanha Outubro Rosa vem evidenciando a figura da mulher ao longo deste mês, reforçando os cuidados com a saúde do público feminino. Diante disso, órgãos de saúde em todo o país estão engajados na iniciativa, disponibilizando atendimentos e exames preventivos às mulheres.

Na região, o cenário não é diferente e diversas atividades e mutirões estão mobilizando a população feminina à buscar os serviços de saúde e dar uma atenção a mais com o corpo e a saúde, orientando principalmente sobre a prevenção ao câncer de mama e de colo de útero, considerados os mais comuns entre este público.

Um dos eventos alusivos ao Outubro Rosa foi realizado em Quitandinha no último fim de semana, a 2ª Cavalgada Feminina, reunindo mais de 100 participantes, segundo a idealizadora da ação, Sirlete Alves dos Santos. “Foi uma festa muito bonita. Sempre sonhei em realizar um evento exclusivamente feminino e, ao perder duas amigas queridas, que sempre estavam conosco em rodeios, aumentou essa vontade de organizar um evento no mês de outubro para tentar conscientizar as mulheres do quão é importante a prevenção, o auto exame, a busca por um profissional da saúde já nos primeiros sinais. Um sonho que se tornou realidade, um projeto que está dando certo, espero continuar cada vez mais com esse projeto de reunir mais e mais mulheres nesse evento, que já se tornou tradição no nosso município. A data da cavalgada do ano que vem é 15 e 16 de outubro”, conta.

Em Tijucas do Sul, a secretária municipal de Saúde, Elaine de Castro Neves, conta que são realizadas rodas de conversas com as mulheres realizadas pela equipe multidisciplinar e ESF nas Unidades de Saúde, intensificação na busca ativa das mulheres que não realizaram exames nos últimos três anos e mutirões de mamografia, oferecendo transportes exclusivos para essas mulheres. “Unidades abertas dois sábados consecutivos para esse público, oferecendo consultas ginecológicas, coleta do exame citopatológico, inspeção de mamas, agendamento de mamografia ou ultrassonografia de mamas; além da oferta intensificada da vacina HPV para meninas de nove a 14 anos; e realização de coleta do citopatológico em transporte adaptado na residência ou mais próximo possível, para público com dificuldade de acesso as Unidades de Saúde”, detalha.

Profissionais da saúde estão engajados na ação em Tijucas. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Tijucas do Sul
Profissionais da saúde estão engajados na ação em Tijucas. Foto: Assessoria de Imprensa/Prefeitura de Tijucas do Sul

Segundo Elaine, atualmente são duas pacientes em tratamento contra o câncer de mama no município e que é de extrema importância que as mulheres busquem atendimento para prevenir doenças, permitindo qualidade de vida. “O município vem intensificando a comunicação com as mulheres na tentativa de ampliar o diagnóstico precoce, que foi muito prejudicado pelo período da pandemia, tendo como consequência a complicação de muitos casos clínicos. Diante disso, as principais orientações são manter exames de rastreio em dia, fazer autoexame das mamas rotineiramente, praticar atividade física, cuidado alimentar e manter vacinação em dia”, pontua.

Demais ações são registradas em toda a região. Em Mandirituba, por exemplo, a unidade móvel do Programa Conscientizar + chegou a cidade com o objetivo de diagnosticar precocemente os tipos de câncer mais comuns entre as mulheres. Essa ação, que também buscou informar e conscientizar, foi realizada pelo Hospital Erasto Gaertner através de uma parceria estabelecida com o CTG Mandirituba.

Em Piên, mais de 160 mulheres foram atendidas no último sábado nas Unidades de Saúde do Centro, Trigolândia, Campina dos Maia e Poço Frio, com a realização de exames de mama, preventivo, solicitações de mamografia, testes rápidos, avaliação de glicemia, pressão arterial e atualização da carteira de vacinação, além de atendimentos odontológicos.

A programação completa de ações já executadas e outras que acontecerão ao longo do mês é divulgada por meio das páginas oficiais das prefeituras nas redes sociais e sites.

Números – Dados do Painel de Oncologia, do Ministério da Saúde, apontam que em 2019 foram diagnosticados 3.687 casos de câncer de mama em mulheres residentes no Paraná, enquanto em 2020 o Estado registrou 3.313 ocorrências, uma queda de 11%, em 2021 os números voltaram a crescer, passando para 3.541, o que representa um aumento de 7% em relação ao ano anterior, e em 2022 já são 1.988.

Considerando as dez cidades do suleste paranaense, o painel indica 60 casos da doença em 2022, dos quais, 26 são na cidade de Fazenda Rio Grande.



Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on telegram
Telegram
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on email
Email